Histórias do fundo do baú

0
1

Camila Maxi

  Com o rosto estampado em comerciais de TV desde pequena, Fernanda Souza quis contar, de forma bem-humorada, as aventuras e desventuras vividas por ela em mais de duas décadas de carreira. Mostrando afinidade com os tablados, a loira de 29 anos apresenta neste final de semana o espetáculo Meu Passado Não Me Condena, a partir das 21h, nos tablados da Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Claudio Santoro (ao lado da Rodoviária do Plano Piloto).

O stand-up traça uma linha cronológica da vida e carreira da atriz. Em cena, ela recorda personagens marcantes, como Mili da novelinha infantil Chiquititas. “É uma nostalgia maravilhosa. Grande parte do público é a galera que viveu aquela época. Quando danço no palco uma das coreografias da novela, todos cantam”, conta a atriz, em entrevista ao Jornal de Brasília.

Nos palcos

Ao aceitar o desafio, Fernanda decidiu levar sua vida para os palcos. Em cena, ela abre o coração, tirando do fundo do baú histórias de bastidores e de como foi o início da carreira. No repertório, papéis como a divertida Mirna, de Alma Gêmea; Carola, de O Profeta; e a maluquinha Isadora, da série Toma Lá Da Cá. Todas recordadas por meio de histórias, fotos e curiosidades.

“Cada personagem tem sua importância. Fui criada na televisão, fazendo comerciais. O teatro ainda é um desafio, e a cada apresentação aprendo um pouco mais”, revela.

A ideia para a peça nasceu quando Fernanda assistiu ao espetáculo Tudo é Tudo. Nada é Nada, do ator Marcelo Serrado. “Achei legal essa troca, dividir parte da minha vida com as pessoas”, explica.

Nas telonas
Atualmente, a atriz interpreta a personagem Bernadete em Malhação, em contrato que se estende até o ano que vem com a emissora global.

Confortável nas telinhas e, agora, nos palcos, o cinema ainda é um campo neutro para Fernanda. A atriz, que estreou nas telonas em 2010, no filme Muita Calma Nessa Hora, agora retorna para a continuação do longa-metragem, de Felipe Joffily.

O filme tem estreia prevista para abril de 2014. “Dá um frio na barriga, ainda é uma linguagem nova para mim. Estou ansiosa para vê-lo pronto”, finaliza.


Serviço

Meu Passado Não Me Condena Sábado, às 21h. Domingo às 20h. Na Sala Villa-Lobos no Teatro Nacional Claudio Santoro (ao lado da Rodoviária do Plano Piloto). Ingressos a R$ 80. Informações: 3325-6239. Não recomendado para menores de 14 anos.

Fonte: Da redação do clicabrasilia.com.br

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here