[faceturbo]Foto: Reprodução

O Detran flagrou também, motocicletas com os escapamentos irregulares

Por Redação

Da noite sexta-feira (15) até a madrugada de domingo (17), o Departamento de Trânsito, com o apoio da Polícia Militar, realizou diversas operações de fiscalização nas vias do Distrito Federal. As maiores ações aconteceram no Plano Piloto, Taguatinga e Águas Claras.

Dos 240 condutores abordados nas blitzes, 28 foram flagrados dirigindo sob a influência de álcool, sendo três deles conduzidos à delegacia de polícia por apresentarem índice alcoólico considerado crime. Os agentes flagraram ainda, seis pessoas inabilitadas e 18 motoristas com a CNH vencida. Ao todo, 38 veículos foram removidos para os depósitos do Detran.

As equipes atuaram também em diversas ocorrências de acidentes de trânsito, realizaram patrulhamentos ostensivos, controle de tráfego nos cruzamentos semafóricos apagados por falta de energia elétrica e nos jogos do Mundial Sub-17, no Gama.

Escapamento irregular de moto

Na noite desse domingo (17), as equipes da coordenação regional de Taguatinga realizaram uma operação na Avenida Hélio Prates com o objetivo específico de fiscalizar motocicletas com os escapamentos irregulares ou adulterados. Dos 20 condutores abordados, três foram autuados pela infração e três eram inabilitados. Sete motos foram removidas para o depósito.

De acordo com o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir o veículo com a descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante é considerada uma Infração grave, gera cinco pontos na CNH, multa no valor de R$ 195,23 e retenção do veículo para regularização.

Com informações do DETRAN-DF

[/faceturbo]