DF poderá ter política de prevenção e tratamento de Alzheimer
Proposta do deputado José Gomes prevê campanhas de esclarecimento e diagnóstico precoce

O Alzheimer é o tipo mais frequente de demência no mundo e, de acordo com Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre os idosos que apresentam demência no Brasil, 30% e 40% possuem esse Mal. Para reduzir os danos que essa doença pode causar, o deputado distrital José Gomes (PSB) apresentou um Projeto de Lei que cria diretrizes para políticas de prevenção e tratamento do Mal de Alzheimer, no Distrito Federal.

De acordo com o texto, deverão ser desenvolvidas campanhas de esclarecimento, ações preventivas entre a população, orientação e apoio aos familiares do paciente e a implementação, gradativa, de unidade especializada no tratamento de demências. “A qualidade de vida das pessoas que recebem um diagnóstico precoce dessa doença pode ser melhorada. Por isso, os esclarecimento acerca desse mal são tão importantes”, afirmou José Gomes.

Pesquisa do instituto Alzheimer´s Disease International (ADI) revela que o estigma sobre essa demência está impedindo as pessoas de procurarem informação, orientação, apoio e ajuda médica que poderiam aumentar drasticamente seu tempo e qualidade de vida para uma das causas de morte que mais vem crescendo no mundo. Estudos mostram que os sinais do Alzheimer começam a aparecer de 10 a 15 anos antes do diagnóstico, e que apesar de ser uma doença incurável, é possível retardar os seus efeitos.

A proposta prevê como meta a busca pelo diagnóstico precoce e um melhor suporte após o diagnóstico, seja por meio de uma rede de apoio multidisciplinar ao paciente e pelo fornecimento gratuito dos medicamentos necessários aos doentes, além da criação de convênios ou instrumentos congêneres, com os demais entes federativos e organizações de saúde, para a implementar programas de educação, prevenção e tratamento da doença.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here