banner

terça-feira, 6 de março de 2018

author photo

Perde força a pretensa candidatura de Alberto Fraga (DEM), ao governo do Distrito Federal, após o apoio declarado do presidenciável Jair Bolsonaro ao General Paulo Chagas, pré-candidato ao Buriti. Chagas e Bolsonaro se filiarão nesta quarta-feira no PSL

Por Toni Duarte

A filiação do General Paulo Chagas, pré-candidato ao governo do distrito Federal e do presidenciável Jair Bolsonaro ao Partido Social Liberal (PSL), que ocorre nesta quarta-feira na Câmara dos Deputados, pode ser um banho de água fria na pré-candidatura do deputado federal Alberto Fraga ao Buriti.

Fraga que também é coronel da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal, formado em direito, administração e educação física e mestre em Segurança Pública, contava com o apoio integral de Bolsonaro que lidera todas as pesquisas em Brasília como pré-candidato a presidência da República.

Em 2010, Fraga disputou uma vaga de senador obtendo 511.517 votos, mas não se elegeu. Em 2014, o coronel foi o deputado mais votado com 155.056 votos.

Com as mudanças dos ventos, neste início do ano eleitoral, tem gente apostando que Alberto Fraga possa abandonar a ideia de sair candidato a governador e cravar sobre uma das duas vagas ao Senado.

A nova situação pode unir definitivamente o DEM, partido de Fraga, o PR de Jofran Frejat, o MDB de Tadeu Filippelli e o PP comandado pelo deputado federal Roney Neymer.

Neste caso, segundo os analistas, quem ficará isolado é o ex-deputado distrital e presidente do PTB-DF, Alírio Neto, que lançará nesta quarta-feira a sua pré-candidatura ao Buriti.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade