banner

terça-feira, 6 de março de 2018

author photo
Saiu a exoneração do ex-servidor e ex-candidato a deputado distrital Rivieliton Gomes de Araújo (DEM), na manhã desta terça-feira (6) março, ele  trabalhava com Deputado Agaciel Maia (PR), e foi preso suspeito de um crime que aconteceu em 2017.
Lotado no gabinete do líder do governo, Rivieliton recebeu, no mês de janeiro, salário de R$ 4.053,05 reais, em 2014, quando disputou as eleições pelo (DEM), obteve 3.566 votos por Ceilândia. link https://www.eleicoes2014.com.br/vielton-araujo/
O deputado confirmou que a “a demissão é automática” e que a mesma será  assinada pela Presidência da Casa.

Segundo a Polícia Civil, o homicídio também envolveu o irmão dele: uma queima de arquivo para que o ex-empregado não revelasse um esquema de venda de bebidas falsificadas mantido pelos dois.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade