banner

terça-feira, 22 de maio de 2018

author photo

Na tarde desta terça-feira (22) foi aprovado no Plenário da CLDF, Moção de Repúdio a apresentação da peça “o Auto da Camisinha”, no dia início do mês, no Centro de Ensino Fundamental (CEF) 03, em Planaltina.

Durante a peça, um palhaço entrou em cena com uma réplica do órgão genital masculino gigante preso à cintura, além de exibirem encenações e músicas obscenas, totalmente desapropriada para os adolescentes que estavam presentes, conflitando dessa forma com o Estatuto da Criança e Adolescentes- ECA e os valores de muitas famílias de estudantes que estavam presentes.

O deputado Julio Cesar, membro da Frente Parlamentar Evangélica e defensor da família e seus princípios, fez parte na elaboração da moção de repudio. O parlamentar acredita que a função de orientação sexual pertence à família “É um absurdo a abordagem que foi utilizada, pois não é dessa forma que se ensina, muito pelo contrário. 
Deputado Júlio Cesar  PRB-DF
Prova disso foi a repercussão negativa, principalmente em relação aos pais dos alunos que ficaram indignados e nos procuraram para que tomássemos providencias. 
Sou defensor da família que se sentiu ofendida com essa peça”, afirma.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade