banner

sexta-feira, 4 de maio de 2018

author photo


Notícias de Águas Lindas - Hildo do Candango implantou com sucesso o Projeto EducAção Contra a Dengue
O prefeito de Águas Lindas de Goiás e presidente da Amab, Hildo do Candango, criou com sucesso o projeto Educação Contra Dengue na Escola com cunho pedagógico e preventivo. Segundo Hildo, a intenção é discutir e conhecer os problemas causados pelo mosquito na comunidade, combatê-lo através da prevenção, trabalhar pedagogicamente o problema e fomentar a interdisciplinaridade do conhecimento através do contexto social local.
O Projeto EducAção Contra a Dengue na Escola conta com orientação pedagógico contínua. Os alunos de todas as matérias recebem as informações teóricas para atuarem como multiplicadores dentro de suas próprias residências no trabalho de combate e prevenção à dengue e outras doenças transmitidas pelo mosquito.
Entre as atividades desenvolvidas estão: a realização e inferências em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente; interpretar frases e expressões em textos de diferentes gêneros e temáticas, lidos pelo professor ou outro leitor experiente.
E também, produção de textos, planejamento a escrita de textos considerando o contexto de produção: organização de roteiros, planos gerais para atender a diferentes finalidades, além de trabalho com a produção de textos de diferentes gêneros, atendimento com autonomia e diferentes finalidades.
O projeto fomenta ainda a análise linguística: reconhecer diferentes tipos de letras em textos de diferentes gêneros e suportes textuais, usar diferentes tipos de letras em situações de escrita de palavras e textos, dominar as correspondências entre letras ou grupos de letras e seu valor sonoro, de modo a ler palavras e textos.
Na matemática: ler, interpretar e transpor informações em diversas situações e diferentes configurações (do tipo: anúncios, gráficos, tabelas, propagandas), utilizando-as na compreensão de fenômenos sociais e na comunicação, agindo de forma efetiva na realidade em que vive, formular questões sobre aspectos familiares que gerem pesquisas e observações para coleta dos quantitativos e qualitativos.
Nas ciências: aprender a seriar, organizar e classificar informações, considerar o impacto do progresso promovido pelo conhecimento científico e suas aplicações na vida, na sociedade e na cultura de cada pessoa, utilizar o conhecimento científico para tomar decisões no dia a dia.
Na geografia: reconhecer os problemas ambientais existentes em sua comunidade e as ações básicas para a proteção e preservação do ambiente e sua relação com atualidade de vida e saúde. E nas artes: fazer arte na perspectiva da criação artística como pesquisa e investigação.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade