banner

terça-feira, 16 de outubro de 2018

author photo

Parte do PT já deu como perdido o 2º turno e está se 'lixando' para Haddad, diz Cid Gomes
Para senador eleito pelo PDT, 'companheirada' petista só pensa em garantir hegemonia na oposição em futuro governo Bolsonaro
BRASÍLIA - O senador eleito Cid Gomes (PDT-CE) disse nesta terça-feira, 16, ao Estadão/Broadcast, que parte do PT já deu por perdida a disputa presidencial no segundo turno das eleições 2018 e está "se lixando" para o presidenciável Fernando Haddad. Na visão do irmão de Ciro Gomes (PDT), a "companheirada" só está pensando em garantir a hegemonia na oposição a um futuro governo de Jair Bolsonaro (PSL).
O senador eleito pelo Ceará, Cid Gomes, do PDT Foto: Ed Ferreira/Estadão
"Eles (petistas) querem ser hegemônicos inclusive na oposição. Boa parte da companheirada aí já deu por perdido (o segundo turno) e está pensando nisso, em ser hegemônico na oposição. Estão se lixando para o Haddad. São incapazes de um gesto de grandeza, mesmo que isso seja permitir uma oportunidade para o jovem, talentoso, inteligente, preparado que é o Fernando Haddad. Eu acho que isso (gesto de autocrítica) tem que partir de quem está no comando do PT", afirmou.
Cid provocou polêmica em ato político realizado em Fortaleza (CE), na noite desta segunda-feira, no qual conclamou que o PT fizesse uma autocrítica para não "perder feio" de Bolsonaro no pleito presidencial. O pedetista acabou vaiado pela plateia, que começou a gritar o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso em Curitiba na Operação Lava Jato. Após a fala de Cid, o PT considera improvável a criação de frente ampla contra Bolsonaro. Haddad tentou minimizar as declarações e afirmou que o PT apoiaria qualquer candidato contra Bolsonaro se o partido não estivesse no segundo turno.

Nesta terça-feira, Cid Gomes reiterou à reportagem essas críticas e disse que é uma característica do PT não fazer gestos para reconhecer erros.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade