banner

sábado, 19 de janeiro de 2019

author photo

Ibaneis diz que vai processar distritais por mortes na saúde, caso projeto não seja aprovado
ALEXANDRE DE PAULAO governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) subiu o tom, nesta sexta-feira (18/01), ao falar sobre a resistência de distritais à votação, em sessão extraordinária, do projeto de lei que prevê a extensão do modelo de gestão do Hospital de Base, o qual permite compras sem licitação e contratações pelo regime celetista, ao núcleo da rede pública — hospitais regionais, Samu, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Unidades de Referência Distrital (URDs). O emedebista disse que responsabilizará os deputados pelas mortes que ocorrerem na saúde, caso a proposta, que consta no pacote emergencial encaminhado à Câmara Legislativa, não seja aprovada.
“Em meses, várias pessoas vão morrer. Eles escolhem o que querem, a partir daí eu vou entrar com uma ação contra cada um pela morte de cada cidadão. Ou dão os instrumentos para que o governo consiga fazer, ou vamos ter um enfrentamento grave”, disparou o governador, em resposta ao posicionamento de parlamentares que indicam a necessidade de mais tempo para a discussão.
Na fala, Ibaneis ainda desafiou os parlamentares a “rasgarem” os planos de saúde e a usarem o serviço público da capital federal. “Se eles tiverem coragem de fazer isso, eu topo suspender o projeto e discutir. Eles vão ter que ficar na mesma situação da população que está sofrendo.”
Ibaneis afirmou também que não fará novas nomeações até a avaliação do pacote emergencial em plenário. “Vou suspender qualquer nomeação até que esses projetos sejam aprovados pela Câmara Legislativa, para acabar com essa história de troca-troca de cargos.”
O governo espera que a sessão extraordinária seja realizada até quarta ou quinta-feira da próxima semana. Além da ampliação do Instituto Hospital de Base, a criação de gratificação para que policiais civis trabalhem nas folgas é outra prioridade do governador.

Confira o vídeo:


http://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder/ibaneis-diz-que-vai-processar-distritais-por-mortes-na-saude-caso-projeto-nao-seja-aprovado/
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade