Coluna Eixo Capital/Por Ana Maria Campos

A Polícia Civil do DF indiciou 30 pessoas por fraude em concurso da Secretaria de Educação. O esquema foi desvendado durante as investigações da Operação Panoptes, deflagrada em 2018 pela Coordenação de Combate ao Crime Organizado, aos Crimes contra a Administração Pública e à Ordem Tributária (Cecor). Uma testemunha admitiu ter comprado a vaga em concurso para o cargo de atividades da Secretaria de Educação, narrando como a organização criminosa atuava em provas do Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos). No decorrer das investigações conduzidas pelo delegado Adriano Valente, foram indiciados servidores da Secretaria de Educação do Distrito Federal pelo crime de fraude a certame de interesse público e participação em organização criminosa, a chamada máfia dos concursos. Servidores indiciados podem perder o cargo por demissão sem justa causa.

Fonte: CB Poder

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here