Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

A Irresponsabilidade é deles: TCE bloqueia contas de sete prefeituras e duas Câmaras de Vereadores, e neste pacote está Cristalândia do Piauí

TCE bloqueia as contas de sete prefeitura e duas câmaras de vereadores do Piauí As decisões dos conselheiros Luciano Nunes Santos, Alisson ...



TCE bloqueia as contas de sete prefeitura e duas câmaras de vereadores do Piauí
As decisões dos conselheiros Luciano Nunes Santos, Alisson Felipe e Kennedy Barros foram nessa segunda-feira (5), e terça-feira (6).
Os conselheiros Luciano Nunes Santos, Alisson Felipe e Kennedy Barros do Tribunal de Contas do estado do Piauí (TCE-PI), concederam medidas cautelares determinando o bloqueio das contas bancárias das prefeituras de Cristalândia do Piauí, Campos Maior, Sebastião Barros, Morro Cabeça de Tempo, Corrente, Nossa Senhora de Nazaré, Passagem Franca do Piauí,  e das Câmaras Municipais de Rio Grande do Piauí e Cristalândia do Piauí.
As decisões foram decididas nessa segunda-feira (05), e terça-feira (06).  
Conheça os candidatos Ariano Messias e Cleiton Carlos ambos do PP

De acordo com as decisões, a Diretoria de Fiscalização de Administração do Município (DFAM), por meio do memorando, informou sobre a ausência da entrega, até a presente data, da prestação de contas, documentos e informações ao TCE/PI, atinentes ao exercício de 2020, essenciais à análise   da prestação de contas dos entes públicos.

Foi ressaltado ainda que "a obrigatoriedade de prestação de contas de qualquer pessoa física ou jurídica, pública ou privada, que utilize, arrecade, guarde, gerencie ou administre dinheiros, bens valor público  é dever constitucional, consoante previsto no artigo 70, parágrafo único, da CF/88 e no art. 85, parágrafo único, da CF/89".  
Consta ainda que em razão da ausência da entrega da prestação de contas, documentos e informações  ao Tribunal de Contas do estado do Piauí, constatada pela divisão técnica, ficou vulnerado e o comando constitucional que impões o dever de prestar contas, bem como o que confere prerrogativas ás cortes e contas para examinar mediante fiscalização o gasto de recursos públicos.

Luciano Nunes recebeu a representação contra os prefeito Ariano Messias (PP), de (Cristalândia do Piauí), Professor Ribinha  (Campo Maior), Onélio Carvalho PP  (Sebastião Barros), Antônio Carlos (Morro Cabeça do Tempo), Gladson Murilo  PP (Corrente), Luis  Cardoso  (Nossa Senhora de Nazaré), Raislan Farias (Passagem Franca da Piauí), José Randal (Presidente da Câmara Municipal de Rio Grande do Piauí), e Cleiton Carlos PP (Presidente da Câmara Municipal de Cristalândia do Piauí), e determinou a concessão de medida cautelar determinando o imediato do bloqueio das movimentações financeira das contas bancárias até que o gestor   encaminhe os documentos e informações que compõem a prestação de contas relativas ao exercício  de 2020 apontados no expediente elaborado pela divisão técnica. 

Agora, observe  na matéria do GPI, os dois políticos citado na denúncia por irresponsabilidade  com o município, é o atual candidato a prefeito de Cristalândia do Piauí, Ariano Messias (PP), e seu candidato a vice-prefeito Cleiton Carlos e presidente da Câmara Municipal.  Ariano está disputando a reeleição. 



Nenhum comentário