Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Esclarecimentos da Deputada Federal Aline Sleutjes referente às acusações sobre o financiamento de atos antidemocráticos.

Esclarecimentos da Deputada Federal Aline Sleutjes referente às acusações sobre o financiamento de atos antidemocráticos. Brasília, 07 de ju...


Esclarecimentos da Deputada Federal Aline Sleutjes referente às acusações sobre o financiamento de atos antidemocráticos.
Brasília, 07 de junho de 2021.  
Sobre as matérias que vem sendo propagadas pela Rede Globo, bem como blogs e jornais, eu, Aline Sleutjes, Deputada Federal, eleita pelo povo do Paraná, venho, exercer meu direito de resposta. Informo que nenhum dos veículos me procuraram para que fossem esclarecidos os assuntos mencionados.          
Nesse sentido, informo que:
1) Em abril de 2020 o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, a pedido da Procuradoria Geral da República, determinou a instauração de inquérito para apurar a suposta participação de deputados federais na organização de atos contra a democracia.
2) Juntamente com outros 9 (nove) parlamentares, fui investigada por supostamente atentar contra a democracia participativa brasileira, financiando manifestações. Tive ainda meu sigilo bancário e telefônico quebrados durante a persecução.
3) Informo que jamais participei de atos antidemocráticos, pedi intervenção militar, entoei palavras de ordem contra o STF, ou pedi o fechamento da Corte e do Congresso Nacional, bem como, nunca financiei qualquer empresa ou pessoa que tivesse este fim.
4) Em 14 de setembro de 2020, prestei depoimento na Polícia Federal, em Curitiba, e apresentei todos os documentos comprovando que jamais financiei atos antidemocráticos ou manifestações públicas neste sentido.
5) A Polícia Federal, em 26 de fevereiro de 2021 enviou um relatório ao ministro Alexandre de Moraes, informando que com o final de várias investigações, foi constatado que não há sustentação para acusar a parlamentar pela participação e ou financiamento em atos antidemocráticos. 
6) Diante disso, no dia 04 de junho, não tendo sido encontradas provas de minha participação em crimes que violam a Lei de Segurança Nacional, a Procuradoria-Geral da República solicitou ao Supremo Tribunal Federal o arquivamento de inquérito que apurava atos antidemocráticos.
7) Desde então, a mídia opositora e rivais políticos vem fabricando notícias falsas de que eu supostamente adoto a prática de “rachadinha” em meu gabinete, cobrando indevidamente valores de meus assessores. Tais publicações agridem não apenas a minha imagem como representante do povo, mas também agride minha família, e de alguns membros da equipe que tem tido suas vidas expostas.
8) Quanto a essas alegações, informo que nunca houve divisão de salário com minha equipe, que jamais recebi algum valor ilicitamente de meus funcionários e que sou totalmente contra a referida prática. Sempre exijo de meus assessores dedicação diária, o zelo pela minha imagem e o respeito com a coisa pública.
9) Por fim, reitero meu compromisso com os meus eleitores e apoiadores, com a valorização do Poder Legislativo como fundamento da democracia; com a responsabilidade na utilização de recursos públicos; e com o estímulo à liberdade de exposição de opiniões e ideias, sejam quais forem, desde que dentro dos limites legais.
10) Sei que estou sofrendo por ser apoiadora do Presidente da República, vice-líder do Governo no Congresso, a primeira mulher a assumir a presidência da Comissão de Agricultura no Brasil , uma das parlamentares mais ativas da base do Governo e por ter ampliado rapidamente minhas bases no estado do Paraná. 
Isso causa um desconforto aos adversários e a aqueles que não desejam que este o Brasil avance 
11) A fabricação de crimes que nunca existiram demonstra uma narrativa completamente enviesada e fora da realidade. Informo que meu corpo jurídico, tomará as medidas legais cabíveis para responsabilizar esses veículos pelas ilegalidades cometidas e também responsabilizar aqueles que tem propagado essas notícias falsas.
Brasília, 7 de junho de 2021
Aline Sleutjes
Deputada Federal, Presidente da Comissão da Agricultura e Vice-Líder do Governo no Congresso.

Nenhum comentário