Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Últimas notícias

latest

Kassab aposta em Rodrigo Pacheco para presidente

  Kassab aposta em Rodrigo Pacheco para presidente Kassab reconhece que pesquisas atualmente ainda são cruéis, mas acha que ele começará a c...

 


Kassab aposta em Rodrigo Pacheco para presidente

Kassab reconhece que pesquisas atualmente ainda são cruéis, mas acha que ele começará a crescer na hora necessária
O ex-ministro Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD e um dos mais respeitados articuladores políticos do País, já sabe em quem vai apostar para presidente, em 2020: o atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Kassab reconhece que as pesquisas atualmente ainda são cruéis com a eventual candidatura Pacheco, sempre à volta de 0,5% a 1%, mas acha que ele começará a crescer na hora necessária.
Um feito raro
Para Kassab, Pacheco traduz renovação e tem talento: deputado pela primeira vez, foi eleito presidente da CCJ, a comissão mais importante.
Como um meteoro
Após um mandato de deputado, Pacheco venceu eleição difícil para o Senado, por Minas, e de cara, conseguiu ser eleito presidente da Casa.
Vai para o jogo
Articulador político cuidadoso, Kassab ressalva que Pacheco ainda não definiu se vai disputar a sucessão de Bolsonaro, mas ele aposta que sim.
Perdeu, Doria
À Rádio Bandeirantes Kassab realçou o desgaste de imagem do tucano João Dória e fulminou: “Não conseguiu construir seu projeto nacional”.


Simone Tebet mudou, mas ela tem lá suas razões
O comportamento de Simone Tebet (MDB-MS) intriga o Senado. Após construir reputação de equilíbrio, ela mudou. Ou “resolveu atear fogo às vestes”, ironiza um deputado do Mato Grosso do Sul, virando “líder da bancada feminina de oposição” na CPI, atacando duramente o governo, apesar de seu Estado ser bolsonarista-roxo, bastião do agronegócio. Políticos locais acham que mágoa e certeza de derrota em 2022 para a atual ministra da Agricultura, Tereza Cristina, explicam essa nova atitude.
Ninguém esqueceria
A mágoa seria decorrente do fato de ter sido preterida, na disputa para presidir o Senado. Na ocasião, o Planalto optou por Rodrigo Pacheco.
Tereza no caminho
Outro fator que explicaria o mau humor da senadora são os sinais de que a vaga do Senado pelo Mato Grosso do Sul, em 2022, não será dela.
Liderança atestada
Se ela foi preterida em 2021, Simone Tebet em 2019 foi decisiva na derrota imposta a Renan Calheiros, com seu apoio a Davi Alcolumbre.
CPI é filha do STF
O senador Eduardo Girão (Pode-CE) cometeu uma injustiça, ao afirmar que o Supremo Tribunal Federal (STF) “atrapalha” a CPI da Pandemia. Afinal, foi o STF que ordenou a criação da comissão.
Poder sem Pudor

Candidatos eleitos

Deputados federais pelo Rio Grande do Norte, Djalma Marinho e Vingt Rosado Maia foram ao enterro de um velho amigo. Vingt cochichou: “O morto é um homem da nossa idade... Já somos candidatos também...” O octogenário Djalma reagiu com graça e veemência: “Que candidatos Vingt, que candidatos! Nós já fomos eleitos. Estamos apenas aguardando o dia da posse.” Marinho morreria em 1988 e Vingt em 1995.
Batendo no teto
Experientes analistas de pesquisas consideram que o ex-presidente Lula “bateu no teto”. A rejeição acima dos 50% ao petista condenado por corrupção é a maior barreira de crescimento de intenção de votos.
Essa ANS...
O presidente da Federação de Hospitais, Adelvânio Morato, alertou a “agência reguladora” ANS sobre o impacto negativo para o consumidor (como sempre) da sua resolução prevendo até a substituição de hospital com certificado de acreditação por outro, sem esse tipo de certificação.
Mais 2 milhões de empregos
A economia continua reagindo e a criação de 280.666 vagas formais em maio surpreendeu. Apesar de um ano e meio de pandemia, o governo já celebra a marca de 2 milhões de novos empregos, 1.233.372 este ano.
Distribuição em alta
O Ministério da Saúde já registra mais de 135 milhões de doses de vacinas distribuídas aos governos estaduais, das quais mais de 104 milhões já foram administradas no braço dos brasileiros.
Gato por lebre
Até o grupo BBC se deixou cair no golpe de marketing chamando de “superimpeachment” um pedido de impeachment de ONGs e partidos de oposição que foi direto para a cesta do lixo da Câmara dos Deputados.
CUT e sua turma decidiram convocar seus “entes da base e militância” para ir às ruas pela saída de Bolsonaro. As redes sociais tripudiaram dizendo que a pouca adesão ‘facilitou manter o distanciamento’.
Talvez sim, talvez não
A recente valorização do real frente ao dólar tem sido atribuída à alta da Selic. Para o diretor da Belo Investment, Rafel Foscarini, “a sinalização de alta de juros americanos exerce força em direção contrária”, disse.
Pensando bem...

...ficou combinado: cego e tiroteio deixam o ditado, que passa a ser “mais perdido que oposição em CPI”.

Nenhum comentário