banner

sexta-feira, 6 de julho de 2018

author photo

O jornalista Kennedy Alencar avalia que "o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, saiu-se bem ao responder às vaias que recebeu de uma parte dos empresários que estavam na sabatina da CNI com presidenciáveis"; "Ciro respondeu que era positivo ter sido vaiado ao defender trabalhadores", destacou; Já sobre a fala do pré-candidato Jair Bolsonaro, Kennedy observou que ele "foi aplaudido, especialmente quando falou mal de ambientalistas e quilombolas"; "Os aplausos são o retrato da elite brasileira", enfatizou
247 - O jornalista Kennedy Alencar avalia que "o pré-candidato do PDT, Ciro Gomes, saiu-se bem ao responder às vaias que recebeu de uma parte dos empresários que estavam na sabatina da CNI (Confederação Nacional da Indústria) com presidenciáveis. O encontro de seis pré-candidatos aconteceu ontem em Brasília".
"Ciro respondeu que era positivo ter sido vaiado ao defender trabalhadores. Ele criticou a reforma trabalhista num ambiente empresarial, classificando as mudanças feitas de "selvageria" e dizendo que, se eleito, reavaliaria a anulação de algumas das medidas aprovadas na gestão Temer.", destaca.

Ainda segundo Kennedy, "o tucano Geraldo Alckmin falou o que a plateia queria ouvir" ao defender "menor alíquota de Imposto de Renda para pessoas jurídicas". Já sobre a fala do pré-candidato Jair Bolsonaro, Kennedyobserva que ele "foi aplaudido, especialmente quando falou mal de ambientalistas e quilombolas". "Os aplausos são o retrato da elite brasileira", enfatiza.

Leia a íntegra no
Blog do Kennedy.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade