banner

quinta-feira, 26 de julho de 2018

author photo


ANA MARIA CAMPOS

O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) decidiu exonerar os três servidores investigados na Operação Monopólio, deflagrada nesta manhã (26/07), que apura fraudes em licitações de administrações regionais.

Perderão os cargos na Administração regional do Gama, o coordenador de Licenciamento, Obras e Manutenção, Alexandre Sá Albuquerque, e o diretor da Diretoria de Aprovação e Licenciamento da Coordenação de Licenciamento, Obras e Manutenção, Felipe Muniz Alvares. Na Administração regional de Águas Claras, sai a diretora da Diretoria de Aprovação e Licenciamento da Coordenação de Licenciamento, Obras e Manutenção, Raquel Cavalcanti Machado.

Os três servidores tiveram a prisão temporária decretada e foram alvo de busca e apreensão em suas residências e no local de trabalho nas administrações regionais.

Eles são suspeitos de favorecer a contratação de empresas do grupo que teria sido montado pelo empresário Márcio Guimarães, para driblar o caráter competitivo das licitações. Ex-administrador de Taguatinga e ex-presidente da Associação Comercial da cidade, ele também foi preso nesta manhã.

A investigação é conduzida pela equipe da Divisão de Repressão a Crimes contra a Administração Pública (Dicap), da Coordenação de Combate ao Crime Organizado, aos Crimes contra a Administração Pública e contra a Ordem Tributária (CECOR), da Polícia Civil do DF.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade