banner

sábado, 8 de dezembro de 2018

author photo


Mulheres acusam médium João de Deus de abuso sexual em programa de tevê
Acusações de abuso contra João de Deus foram feitas na madrugada deste sábado, no programa 'Conversa com Bial'
Mais famoso e mais admirado médium do Brasil, João Teixeira de Faria, o João de Deus, é acusado de abuso sexual por diversas mulheres. As acusações foram exibidas na madrugada deste sábado (8/11) no programa Conversa com Bial, da TV Globo. Em nota, João de Deus rechaçou "veementemente" as acusações.
João de Deus, que é internacionalmente conhecido como John of God, realiza curas espirituais em Abadiânia (GO) e recebe cerca de 1,5 mil pessoas por dia em busca de solução para seus problemas de saúde.
Nos depoimentos ao programa, as mulheres dizem que os abusos teriam acontecido no local onde o médium realiza seus atendimentos espirituais, a Casa Dom Inácio de Loyola. "Ele me pediu para ficar de costas e começou a passar a mão pelo meu corpo. Eu fiquei incomodada e pensei: até que ponto você pode deixar um médium passar a mão pelo seu corpo?", disse uma das entrevistadas, cuja identidade foi mantida em anonimato.
No total, foram ouvidas 10 pessoas que afirmam ter sofrido abusos de João de Deus. O programa, contudo, exibiu apenas quatro depoimentos — três deles sem a identificação das denunciantes. A coreógrafa holandesa Zahira Leeneke Maus, que esteve no local de atendimento do médium em 2014, foi a única entrevistada que aceitou se identificar.
"Eu tinha medo de eles me mandarem espíritos ruins. Eu estava com muito medo. Agora me sinto protegida e sinto que a verdade tem de vir a tona", afirmou Zahira, que conversou com Pedro Bial nos estúdios do programa.
Nos relatos exibidos, as mulheres descreveram situações e métodos parecidos nos quais alegam terem sofrido os abusos. "Ele pegava minha mão, pra eu pegar no pênis dele. E eu tirava a mão. E ele falava: 'Você é forte, você é corajosa! O que você está fazendo tem um valor enorme'. Eu não estava fazendo nada, estava sendo abusada", disse uma das mulheres.
"Ele ficou muito próximo e mandou eu colocar a mão pra trás. Isso ele já estava com o pênis dele para fora. Ele falou: 'põe a mão. Isso é limpeza. Você precisa da minha energia, que só vem dessa maneira, pra eu poder fazer a limpeza em você'", continuou.
Uma das pessoas responsáveis por reunir esses relatos foi Sabrina de Campos, uma brasileira que vive em Barcelona. "Agradeço imensamente às primeiras mulheres que relataram os abusos. Tão logo os recebi, me coloquei à disposição para receber novos relatos e chegaram dezenas, (contra) vários líderes espirituais. Entre eles, do médium mais famoso do Brasil: João de Deus. Mobilizamos imprensa, jornalistas e produtores, e fiz a ponte com as vítimas que tinham condições psicológicas para repetir seus traumas", disse em suas redes sociais (assista abaixo).
Em nota enviada ao programa da TV Globo, a assessoria de imprensa do médium disse que "apesar de não ter sido informado dos detalhes da reportagem, ele rechaça veementemente qualquer prática imprópria em seus atendimentos". O Correio também entrou em contato, mas até a última atualização desta reportagem não havia recebido resposta.
ascido em Cachoeira de Goiás, em 24 de junho de 1942, João de Deus realiza os atendimentos e cirurgias espirituais desde 1976 e hoje é responsável por uma romaria de aproximadamente 45 mil pessoas todos os meses até Abadiânia, que fica a 115km de Brasília.
É frequentemente procurado por políticos, celebridades da cultura e dos esportes e profissionais da imprensa, tenso sido visitado por figuras como o cantor Paul Simon, o ex-presidente Lula, a apresentadora Xuxa e o ministro do STF Luís Roberto Barroso, entre outros. Sua fama alcançou proporções imensas depois de ele ser entrevistado pela americana Oprah Winfrey, uma das apresentadoras de tevê mais famosas do mundo.
No ano passado, João de Deus recebeu uma equipe do Correio Braziliense para entrevista. "Nunca atendi ninguém. Quem atende é Deus. Nunca curei ninguém. Quem cura é Deus. Eu sou só o mensageiro", afirmou à reportagem, na ocasião. "Se você tem certeza de que tem Deus dentro de você, nada é impossível, tudo se resolve", acrescentou, antes de sugerir: "Perdoe sempre".

Assista a trechos da entrevista abaixo:
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade