banner

quarta-feira, 4 de junho de 2014

author photo

Um show de morar.


Sete dos denunciados no escândalo da venda de alvarás ainda são funcionários do Governo do Distrito Federal.
Larissa Noleto e Carlos Antônio Borges estão no quadro da Administração de Brasília, ambos com salário de R$ 6,8 mil líquidos.

Maria do Carmo Moore é da Administração de Águas Claras; Jeovânio Dias Monteiro é servidor do Lago Norte; e Bruno Caetano, de Samambaia.

O ex-diretor do Detran Albano Lima é assessor especial da Secretaria de Trabalho. ...

Para finalizar, o atual administrador de Ceilândia, Ari de Almeida (foto), filiado ao PT e um dos cartolas do Ceilândia Esporte Clube, também aparece na lista de denunciados.

Fonte: ANA MARIA CAMPOS e HELENA MADER - Correio Braziliense / Redação - 04/06/2014
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade