banner

terça-feira, 15 de julho de 2014

author photo
TRANSPORTE
Rodoviários de duas empresas entram em greve por causa de salários atrasados
Companhias atendem Santa Maria, Recanto, Samambaia, Gama e Planaltina; sindicato diz que está negociando

DÊNIO SIMÕES/GDF



Rodoviários da Riacho Grande e da Cooperativa de Transportes do Distrito Federal, (Cootarde) iniciaram na manhã desta terça-feira (15) uma paralisação por tempo indeterminado para cobrar o pagamento do salário. As duas empresas atendem passageiros das regiões Santa Maria, Recanto das Emas, Samambaia, Gama e Planaltina.

O DFtrans não soube informar quantas pessoas estão sem transporte e ainda não se pronunciou sobre o assunto. O órgão, que adminsitra o sistema de transporte no DF, informou que destinou ônibus da Viação Piracicabana para ateneder as regiões afetadas.

De acordo com o sindicato dos rodoviários, o pagamento dos salários deveria ter sido feito no dia 5. O sindicato diz que atrasos ocorrem todos os meses.

Segundo o sindicato, cerca de 60 rodoviários da Cootarde estão de braços cruzados em frente à garagem da cooperativa, que fica em Santa Maria Sul. A entidade diz estar negociando o pagamento dos salários atrasados com as empresas, mas elas alegam, segundo o sindicatp, estar sem dinheiro para fazer o depósito nas contas dos rodoviários.
Redação ALÔ Brasilia
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade