banner

segunda-feira, 2 de abril de 2018

author photo

Raphaella Sconetto

No Setor Comercial Sul há movimentação de carros e pedestres. Alguma empresas suspenderam o expediente, outras optaram por retornar após o horário de almoço. Enquanto a Defesa Civil recomenda a normalização do serviço, o Corpo de Bombeiro passa nos prédios da região pedindo para evacuarem.

Diante das incertezas, se podem ou não retornar ao trabalho, algumas empresas optaram por encerrar as atividades nesta segunda-feira (02). Como foi o caso da publicitária Ana Caroline Rodrigues, 25 anos. “Pediram para a gente ir embora porque o Bombeiro precisa vistoriar o prédio. Como a demanda está alta, fomos dispensados”, conta.

No entanto, Ana Caroline e os colegas não viram nenhuma estrutura danificada. “Foi algo bem leve, mas sentimos o abalo. Mesa e cadeira balançaram”, levanta. “A evacuação foi bem tranquila, descemos de escada para não usar o elevador”, completa.

Por outro lado, o comprador Fernando Pessoa, 23 anos, vai precisar ir para o outro prédio da empresa em que trabalha. “Somos uma rede de hospitais e clínicas, então quem trabalha aqui no Setor Comercial Sul foi transferido para outras unidades. Vou continuar o serviço em Águas Claras”, brinca.

Há ainda aquelas que vão continuar o expediente. Como é o caso da técnica de enfermagem, Maria Nilza das Chagas, 49, que trabalha em uma clínica. “Fomos liberadas para o horário de almoço e as 14h retornamos. Tudo normal no meu serviço”, aponta.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade