banner

terça-feira, 17 de abril de 2018

author photo

Terceira via tenta fazer reprise do filme “o melhor nas pesquisas”. Foi assim com Frejat e agora saem para outra sala de cinema.

O mais difícil é saber quem tem a menor vaidade. Filme repetido e marmita requentada pode ser bom para alguns, mas não dá entusiasmo nenhum já saber no que vai dar.

Assim foi o contexto da matéria publicada no Blog Rádio Corredor, ontem (16), mostrando o tanto que a terceira-via vem batendo cabeça.

Nesta segunda-feira,16, reuniram-se PSDB, PTB, PRB, PSD, PPL, PPS, Patriotas, PMB e outras legendas para definirem a composição dessa frente majoritária ou terceira-via como queiram nominar. O critério da decisão seria: o melhor colocado nas pesquisas, viabilidade jurídica, rejeição e suporte partidário e outras coisitas mais.

Porém o ego da turma fala mais forte e a treta foi a protagonista da reunião que começou às 10 da manhã e durou o dia todo. Nos bastidores o acordo era fazer uma pesquisa e o melhor colocado seria o candidato, o segundo seria o vice e por aí vai. Como eu disse: seria. O acordo foi por água abaixo antes mesmo de sair do papel. Já vimos esse filme antes. Não é mesmo Frejat?



Um dos que se insurgiu foi o deputado federal e pré-candidato ao Palácio do Buriti Izalci Lucas (PSDB) que pediu mais tempo para poder amadurecer a escolha.

Mas a turma que estava lá bateu o pé e pediu para escolher logo quem irá para a disputa na cabeça de chapa. Quem também disputa a indicação é o presidente do PTB-DF Alírio Neto, a treta começa aí.

A verdade é que Izalci não quer “abrir” e assim temos mais uma confusão nessa guerra pelo poder.

A razão para Izalci não “abrir” é que ele alega ter o maior partido e apoios do PSDC e PSL. Um impasse e tanto.

Só que essa frente partidária não quer perder mais tempo e como houve esse impasse, os próprios partidos querem escolher o nome para concorrer ao Palácio do Buriti ainda esta semana.

Será que vão conseguir?

Duas coisas:

1 – O que o senador Cristovam Buarque (PPS) pensa de tudo isso?

2 – Até aonde vai o poder de articulação do deputado federal Rogério Rosso (PSD)?

Fonte: Redação
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade