banner

terça-feira, 17 de abril de 2018

author photo


O governador do DF, Rodrigo Rollemberg, e o seu secretário de Saúde, Humberto Fonseca, ingressaram com reclamação junto ao Conselho Nacional do Ministério Público acusando de “perseguição pessoal e política” e abuso de autoridade a procuradora Marisa Isar, do Ministério Público do DF (MPDFT). Afirmam que Isar usa o cargo para intimidar e constranger integrantes da gestão até com ações de improbidade por situações de 2008, sete anos antes da posse do atual governo.

A reclamação contra a procuradora é de 14 de fevereiro, mas o MPDFT informou que ela ainda não tomou conhecimento do seu teor.

Na reclamação ao CNMP, órgão de controle do Ministério Público, o governador e o secretário alegam fatos envolvendo a procuradora.

A reclamação sustenta que a procuradora Marisa moveu uma ação e depois criou outra, idêntica, por não gostar do juiz sorteado para a primeira.

Há anos Marisa vê irregularidades no modelo de gestão do Hospital da Criança, apesar do sucesso e aprovação de 98% dos pacientes, inclusive do SUS. (DP)

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade