banner

quarta-feira, 9 de maio de 2018

author photo

Por: Germano Guedes 


]Notícias de Águas Lindas - Hildo do Candango criou Plano de Aceleração Educacional
A Prefeitura Municipal de Águas Lindas de Goiás divulgou recentemente em seu site dados das ações executadas por meio da Secretaria Municipal de Educação em todas as escolas da rede municipal com o Plano de Aceleração Educacional (PAE). O plano visa, entre outras coisas, combater a evasão escolar e resgatar as crianças e adolescentes que já estavam fora da escola. O PAE foi colocado em prática no início de 2018, para corrigir distorções sociais entre os alunos que estavam desestimulados em estar na escola.
“O PAE hoje está formado por 51 turmas e atende um total de 1008 (Mil e oito alunos) estes alunos apresentavam defasagem na idade e série, e a maioria não conseguia ler e escrever nem mesmo sílabas ou letras iniciais das palavras”, declara o prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango.
Em Águas Lindas a distorção estava em torno de 25%, ou seja, o dobro da média nacional, e a reprovação estava em 11%, num total de 2.457 alunos, além de números alarmantes de evasão escolar e reprovação por aprendizagem havia também um desconforto dos professores que lidavam com números altíssimos de alunos sem a mínima competência para a série.
O Plano direcionou para uma única sala os alunos inseridos nestes contextos, aplicando metodologias diferenciadas e ensino por níveis, assim, os alunos que estão diante dos seus pares se sentem capazes de aprender, sendo de imensa satisfação tanto para o professor quanto para o aluno.
“Os resultados em apenas dois meses são fantásticos, 50% das crianças já leem e escrevem pequenas palavras, e a meta é que no final do ano letivo, ate 80% dessas crianças estejam inseridas nas séries de acordo com sua faixa etária”, explicou o secretário de educação, Deusimar Macedo.
Os professores recebem treinamentos para conduzir as turmas de forma sistemática, seguindo o roteiro do Plano de Estudo. Na escola Emília Ferreira, a turma da professora Áurea Lúcia conta com 17 alunos, com idade entre 9 e 13 anos. A professora explica que as aulas são ministradas de forma lúdica, através de material concreto. “Os alunos aprendem brincando e se mostram muito mais interessados pelas aulas”, completa.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade