banner

domingo, 15 de julho de 2018

author photo
Antônio Albuquerque

A eventual candidatura de Jofran Frejat (PR) ao Palácio do Buriti já não faz mais parte dos planos do grupo do ex-governador José Roberto Arruda, também do PR. A mexida no tabuleiro do xadrez político de Brasília aconteceu na manhã deste domingo, em encontro tenso que reuniu o até então staff do líder das pesquisas para a sucessão de Rodrigo Rollemberg (PSB).

Além de Frejat e Arruda, sentaram em volta da mesma mesa o ex-vice-governador Tadeu Filippelli (MDB) e o deputado Alberto Fraga (DEM). Esse tripé – conhecido como ‘políticos profissionais’ -, era visto como o principal alicerce da campanha do pré-candidato do PR. A aliança implodiu definitivamente quando começou a discussão para fatiar cargos num suposto governo Frejat.

Ao fim do encontro, Arruda, como tem feito insistentemente nas últimas 72 horas, ligou para o presidente regional do PTB, Alírio Neto, oferecendo a ele a cabeça de chapa. Alírio, porém, recusou o convite. ‘Sou vice na chapa da Eliana Pedrosa (Pros) e lá ficarei’, teria dito o ex-presidente da Câmara Legislativa, antes de desligar o telefone, segundo versão de um influente dirigente do PTB.


Inconformado com a reposta, Arruda insistiu em mais telefonemas, a ponto de Alírio desligar seus aparelhos celulares “para não ser incomodado”. Porém, como precisa de uma nominata forte, Alírio deixou as portas abertas para que os grupos de Arruda e Filippelli componham a aliança.

Ainda segundo um interlocutor do PTB, a chapa Eliana-Alírio tem duas vagas majoritárias em aberto – a de concorrentes ao Senado. E esse espaço – e somente esse – estaria disponível para futuras negociações. Fraga tem se mostrado disposto a arriscar uma candidatura ao Senado nessa coligação. O outro candidato, se as conversas avançarem, seria o empresário Paulo Octávio.

Mas, em meio a todo esse imbróglio, Frejat não desistiria de disputar o Buriti. O pré-candidato estaria de olho em uma composição ‘mais limpa’, endossada pelo senador Cristovam Buarque (PPS) e os deputados Joe Valle (distrital, PDT) e Rogério Rosso (federal, PSD). Há conversas intensas para que Izalci Lucas (PSDB) desista da sua candidatura e se alie ao grupo.

O próximo movimento está previsto para a terça-feira, 17, quando finalmente Jofran Frejat vai bater o martelo pela última vez. Ou mantém a candidatura, tendo Cristovam, Joe e Rosso na retaguarda, ou joga a toalha de vez.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade