banner

segunda-feira, 9 de julho de 2018

author photo

Debate Metrópoles ao vivo: pré-candidatos falam ao setor produtivo
No quarto bloco do debate, os sete postulantes ao Buriti responderão a questionamentos formulados por representantes da Fibra e Fecomércio

Depois de se apresentarem e responderem a questões apresentadas pelos concorrentes, jornalistas e leitores do portal de notícias Metrópoles, os sete políticos com intenções de administrar o Distrito Federal pelos próximos quatro anos destacam suas propostas para promover o desenvolvimento econômico local e gerar emprego e renda aos brasilienses.
No quarto bloco do primeiro debate de pré-candidatos ao Buriti realizado pelo portal de notícias, as perguntas aos postulantes a governador foram formuladas por representantes das federações do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) e da Indústria (Fibra) do Distrito Federal. Enquanto a primeira entidade questionou como os pré-candidatos pretendem reverter a descrença do eleitor na política e o que fazer para evitar uma enxurrada de votos nulos, os representantes da segunda perguntaram como eles ampliarão a participação da indústria no Produto Interno Bruto (PIB) local.

Esta é a primeira oportunidade de os pré-candidatos a governador apresentam seus projetos para os brasilienses que irão às urnas em outubro. Alexandre Guerra (Partido Novo), Eliana Pedrosa (Pros), Fátima Sousa (PSol), Izalci Lucas (PSDB), Jofran Frejat (PR), Paulo Chagas (PRP) e Rodrigo Rollemberg (PSB) estão debatendo desde as 19h desta segunda-feira (9/7), no auditório ParlaMundi da LBV, na Asa Sul.

Acompanhe a transmissão ao vivo:
Confira imagens do evento:


Tudo pronto no auditório Parlamundi, da LBV, na Asa Sul, para o primeiro debate pré-eleitoral com postulantes ao Buriti promovido pelo MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

Movimentação de convidados na frente da LBV: 500 pessoas poderão participarRafaela Felicciano/Metrópoles

É grande a movimentação de convidados na chegada à LBV, na Asa SulRafaela Felicciano/Metrópoles

Evento é o primeiro do tipo promovido pelo portal de notíciasHugo Barreto/Metrópoles

Sete pré-candidatos a governador confirmaram presença no eventoHugo Barreto/Metrópoles

Deputada distrital Luzia de Paula, do PSB, entre as convidadas. Mesma sigla do atual governador Rafaela Felicciano/Metrópoles

Movimentação dos apoiadores do governador Rodrigo Rollemberg na chegada à LBV Rafaela Felicciano/Metrópoles

Ex-presidente do PSB-DF e pré-candidato a deputado federal, Marcos Dantas (de azul) acompanha evento Rafaela Felicciano/Metrópoles

Estão previstos seis blocos de perguntas e respostas, com duração total de 2h30, mediados pela diretora de redação do Metrópoles, a jornalista Lilian Tahan. O debate será transmitido em todos os canais do portal: site, página no Facebook, Twitter e também pela rádio 104.1 Metrópoles FM.

Quem participa?
Alexandre Guerra


O mais jovem entre os pré-candidatos ao Palácio do Buriti, com 37 anos, Alexandre Guerra (Novo) é empresário do ramo de fast-food e disputa sua primeira eleição. Formado em direito, assumiu os negócios da família e a presidência da rede Giraffas no lugar de seu pai, Carlos Guerra. Ele trabalha na cadeia de lanchonetes há 20 anos, tendo sido CEO do grupo entre 2012 e 2016. Hoje integra o Conselho de Administração da organização.

Eliana Pedrosa

Eleita deputada distrital por três vezes consecutivas, entre 2002 e 2010, foi secretária de Desenvolvimento Social do Distrito Federal e terá o nome colocado à prova na disputa ao Buriti pela segunda vez. Nas eleições de 2014, chegou a ser anunciada pelo PPS, mas não fechou aliança para vice do então chefe José Roberto Arruda (PR): saiu para deputada federal, mas não conseguiu se eleger. Antes de iniciar carreira na política, atuava em empresas de segurança da família, entre elas a Dinâmica.

Fátima de Sousa

Professora da Universidade de Brasília (UnB), enfermeira e sanitarista, Fátima de Sousa disputará sua primeira eleição. Apesar de ser debutante em pleito eleitoral, a pré-candidata do PSol já atuou na Secretaria de Saúde do Município de São Paulo, na gestão da ex-prefeita da capital paulista Luiza Erundina. Também ajudou na construção do Programa Saúde da Família (PSF), no Ministério da Saúde, em 1994.

Izalci Lucas

Em seu terceiro mandato de deputado federal consecutivo, Izalci Lucas começou sua vida política em 1998, com a suplência de deputado distrital. Também iniciou a carreira no Congresso Nacional a partir de uma suplência. No Executivo, foi duas vezes secretário de Ciência e Tecnologia do Distrito Federal, nos governos Roriz e Arruda. Presidente do PSDB-DF, Izalci é o atual representante da chamada terceira via.

Jofran Frejat

Eleito cinco vezes deputado federal, sendo quatro delas consecutivas, participou da Assembleia Constituinte de 1988. Foi secretário de Saúde do DF nos governos de Joaquim Roriz. Em 2002, tentou o Senado, sem sucesso. Quatro anos depois, conquistou seu quinto mandato de deputado federal. Há pouco menos de 15 dias do primeiro turno das eleições de 2014, tornou-se candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF) por desistência de Arruda e chegou ao segundo turno, mas foi derrotado por Rodrigo Rollemberg.

General Paulo Chagas


Militar da reserva, Paulo Chagas promete seguir os passos do colega de farda e presidenciável Jair Bolsonaro, do PSL. Apesar de ter feito carreira dentro do quartel e do pouco contato com a política na esfera eleitoral, o oficial do Exército Brasileiro costuma dizer que não se trata de uma candidatura voltada ao militarismo, mas sim de um cidadão que fez carreira militar.

Rodrigo Rollemberg

Atual governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB) foi deputado distrital pela primeira vez em 1994, após assumir como suplente. Em 1998, elegeu-se titular. Nas eleições de 2002, disputou o GDF pela primeira vez, mas não venceu. No pleito seguinte, tornou-se deputado federal. Quatro anos depois, integrando chapa com o PT e Cristovam Buarque (à época no PDT, hoje no PPS), lançou-se ao Senado: tanto ele quanto Cristovam foram eleitos. Em 2014, ganhou a disputa ao Buriti.

Expectativas

“Teremos a oportunidade de ouvir pela primeira vez o embate de ideias entre os que almejam governar o Distrito Federal”, diz a jornalista. “É uma responsabilidade e também uma alegria fazer parte deste momento histórico. O debate marcará o início de uma cobertura vigorosa das eleições em 2018 pelo Metrópoles“, ressalta Lilian Tahan.

O debate terá a participação do subprocurador-geral da República Renato Brill. O ex-chefe da Procuradoria Regional Eleitoral do DF estará à disposição para esclarecer eventuais dúvidas sobre o direito de resposta dos pré-candidatos. Na opinião de Brill, o evento é fundamental para os eleitores avaliarem o que pensam os postulantes ao Buriti e quais são as propostas de cada um: “É uma das formas de se trazer transparência e legitimidade ao processo eleitoral”.

“O importante é envolver a população no processo. Sabemos que há descrédito com a classe política e os votos brancos e nulos serão muitos, porém é fundamental que todos conheçam os pré-candidatos para buscar a melhor opção”, considera o presidente da Fecomércio, Adelmir Santana.

“Os pré-candidatos terão uma oportunidade ímpar de demonstrar para a população suas propostas. Há um monte de postulantes que ainda não mostraram suas ideias para a cidade. Hoje, temos visto apenas tentativas de composições. Ali, no debate, eles mostrarão o que pensam para o DF”, ressalta Jamal Jorge Bittar.

Com reportagem de Caio Barbieri, Isadora Teixeira, Gabriella Furquim, Suzano Almeida e Fernando Caixeta
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade