banner

sábado, 21 de julho de 2018

author photo

Eliana e Alírio são lançados à corrida pelo Palácio do Buriti

Em clima de campanha e com correligionários empolgados, eles tiveram nomes referendados neste sábado (21/7)

A ex-deputada distrital Eliana Pedrosa (Pros) deu a largada para concorrer ao Governo do Distrito Federal (GDF) ao lançar candidatura na convenção realizada na manhã deste sábado (21/7), ao lado do também ex-distrital Alírio Neto (PTB), vice da chapa. A expectativa é de registrar os nomes para a disputa ao Palácio do Buriti na Justiça Eleitoral ainda hoje.

O evento ocorre na sede do PTB, na Cidade Estrutural, que está lotada. Em discurso, Eliana garantiu que fará um governo colaborativo, caso seja eleita. Disse ainda que o objetivo é comandar o Buriti “a quatro mãos”, com a ajuda de um conselho que seria formado, segundo ela, por todos os presidentes de partidos que apoiam a coligação.

Eliana aproveitou para agradecer o apoio da família Roriz, “que chegou quando as pessoas passaram a perceber que a candidatura era para valer”. “Eu falo do Roriz (governador) de boca cheia. É um homem visionário, que há 20 anos fez o metrô. Construiu 12 cidades”, enalteceu.

Em discurso, a ex-distrital também alfinetou os adversários. Disse que há pré-candidaturas que são “ioiô” e “puxam tapete”. “Não é falando mal de ninguém, mas para mostrar que temos firmeza de propostas”, justificou.


Convenção realizada neste sábado (21) referendou nomes de Eliane e AlírioHugo Barreto/Metrópoles

Convenção ocorre em clima de campanhaHugo Barreto/Metrópoles

Hugo Barreto/Metrópoles

Hugo Barreto/Metrópoles

Hugo Barreto/Metrópoles

Em meio às indefinições políticas, Alírio fez questão de enfatizar que o grupo, integrado ainda pelo PMN e Patriota, tem rumo definido. “A gente escuta que fulano está indeciso, não se decidiu. Aqui tem, a partir de agora, candidatos ao governo”, afirmou.

Em clima de campanha, a convenção do Pros, PTB e PTC foi marcada por faixas de apoio aos pré-candidatos da coligação e cabos eleitorais empolgados. Um dos mais ovacionados era o neto do ex-governador Joaquim Roriz (Pros), que pretende disputar uma vaga na Câmara dos Deputados. Dedé Roriz (PTC) também estava presente.

De acordo com Alírio, embora a lista dos futuros candidatos a deputado distrital e federal não esteja fechada, a coalizão já tem 30 postulantes à Câmara dos Deputados e 140 à Câmara Legislativa (CLDF).

Estão abertas as vagas ao Senado, que devem ser preenchidas por aliados até 4 de agosto, segundo Eliana. Sobre o cenário ainda indefinido, a ex-distrital diz que ainda é tempo de agregar outros partidos. “Mas aqui não cabe qualquer um”, observou Alírio, em referência aos “demônios” apontados pelo ex-pré-candidato ao GDF Jofran Frejat (PR).

O médico saiu da disputa na terça-feira (17), mas promete repensar até segunda (23). O ex-secretário de Saúde confundiu o cenário político e deixou órfãos os aliados do PR, MDB, DEM, PHS, PP e Avante.

Eliana se encontrou nos últimos dias, por exemplo, com o deputado federal e pré-candidato ao Senado Alberto Fraga (DEM) e Rôney Nemer (PP), que também ocupa uma vaga na Câmara dos Deputados. Ambos são dissidentes do grupo de Frejat. “Nenhuma conversa para bater martelo, apenas para ler o cenário e verificar disponibilidade de fechar acordo, mas bem distante”, afirmou a ex-distrital.

O presidente nacional do Pros, Eurípedes Júnior, garantiu não haver qualquer insegurança partidária ou jurídica na candidatura majoritária. “Eliana é hoje a única candidata a governadora do Pros no país. O partido está empenhando o máximo a favor desse projeto”, declarou.

O Novo foi o primeiro partido a homologar as candidaturas no Distrito Federal, nessa sexta-feira (20). Ao todo, a sigla terá 31 candidatos a distritais, seis federais, Paulo Roque para o Senado e Alexandre Guerra concorrendo ao Palácio do Buriti com Erickson Blun como vice.

Fonte: Metroples 
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade