banner

quinta-feira, 19 de julho de 2018

author photo

PR dá autonomia, mas Frejat vai pensar até segunda se volta à disputa
Após reunião com o presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto, o ex-secretário de Saúde estabeleceu novo prazo para decidir

Após se reunir com o presidente nacional do PR, Valdemar Costa Neto, na manhã desta quinta-feira (19/7), o ex-secretário de Saúde Jofran Frejat disse ainda não saber se vai voltar à disputa ao Palácio do Buriti. “Ele (Valdemar) garantiu total autonomia, mas vou pensar até segunda-feira (23)”, ressaltou o médico, ao sair do encontro.

Além de Valdemar e Frejat, o deputado federal Laerte Bessa (PR) estava na reunião. “Tiramos leite de pedra. O Frejat estava muito decidido. Mas acredito que, com a garantia de autonomia dada pelo Valdemar, ele vai ter condições de fazer o governo que pretende. E, se Deus quiser, volta à disputa eleitoral”, disse o parlamentar.

O encontro foi rápido e ocorreu no Setor Hoteleiro Sul. Frejat anunciou na terça (17) que iria deixar a disputa na terça (17), conforme revelou o Metrópoles, em primeira mão. Nessa quarta, durante encontro com apoiadores na manhã de quarta (18), na porta da sua casa, no Lago Sul, sinalizou que podia voltar atrás. “Estou refletindo ainda, vamos ver”, disse o médico, aos manifestantes. “Lamento muito por essas pessoas que não demonstram qualquer compromisso com a cidade”, completou.

Ao revelar que avaliava a possibilidade de recuar na decisão, o médico disse ter imposto condições para se manter pré-candidato, especialmente ter independência e controle da campanha e eventual administração. Isso foi dito durante ato político em seu favor, com ares de comício, realizado à porta de sua casa, na noite dessa quarta-feira (18): “Se não for nas condições que quero, não faço, não volto atrás”.

Conforme interlocutores do grupo político do ex-secretário, o recado foi dado e aliados começaram a ceder. Presidente do MDB-DF, o ex-vice-governador Tadeu Filippelli, por exemplo, abriu mão de indicar o vice da chapa. “Filippelli disse a Frejat que o MDB está passando autonomia e liberdade para ele escolher o vice”, afirmou um articulador próximo ao médico, sob condição de anonimato.

Até o ex-governador José Roberto Arruda (PR), apontado como pivô da desistência de Frejat, ligou para o correligionário nos últimos dias para tentar convencê-lo a não abandonar a campanha. Arruda ganhou a pecha de “diabo” depois de o ex-pré-candidato dizer que precisava exorcizar quem estava lhe pressionando.


Confira fotos do ato de apoio ao ex-secretário de Saúde nessa quarta (18):

Veja no vídeo:  https://www.youtube.com/watch?v=L6rSJfI8SiE
Vice-Governadoria do DF/Divulgação


your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade