banner

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

author photo

Eliana a Ibaneis: “Não tem delegação para dizer nada a meu respeito”
Durante reunião com moradores do Jardim Botânico, a buritizável respondeu as acusações do adversário de que ela representa o passado
A candidata do Pros ao Buriti, Eliana Pedrosa, rebateu, nesta sexta-feira (21), o comentário de Ibaneis Rocha (MDB) de que ela “representa o passado“. A ex-deputada distrital se reuniu nesta tarde com representantes do Movimento Comunitário Jardim Botânico para debater os problemas da região.

“Ele [Ibaneis] pode falar sobre si, mas não pode falar sobre mim. Não tem a minha delegação para dizer nada a meu respeito. Eu tenho o respeitado até agora e espero que ele mude um pouquinho de tom e passe a me respeitar também”, disparou a postulante ao GDF.
Na terça-feira, Ibaneis afirmou que os projetos da adversária são ultrapassados. “Então, quem quiser se aliar ao passado, fica com Eliana. Quem quiser olhar para o futuro, é comigo”, disse o advogado, durante campanha no Riacho Fundo I.
Acompanhada do candidato ao Senado Everardo Ribeiro (PMN), Eliana disse se orgulhar da aliança com a família Roriz. “Foi ele [Joaquim Roriz] quem nos deu a Ponte JK, um dos principais pontos turísticos da cidade. Construiu 12 cidades e evitou que Brasília virasse uma grande favela.”
Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta (20/9) mostra que a ex-deputada distrital segue na liderança das intenções de voto, com 20%. Ela está tecnicamente empatada com Alberto Fraga (DEM), que vem em segundo, com 14% — uma vez que a margem de erro é de três pontos percentuais. Ibaneis, desde a última sondagem, cresceu nove pontos percentuais e hoje tem 13%.
Questões
Além disso, a representante do Pros, respondeu a questionamentos dos moradores do Jardim Botânico. O principal tema foi a regularização da região. “Por isso, vou recriar o Grupar [Grupo de Análise e Aprovação de Parcelamento de Solo], que será formado por indicações técnicas, currículo, e não por indicações políticas”, prometeu.

A mobilidade foi outro ponto abordado por ela. “A nossa intenção é colocar transportes alternativos para realizarem trechos de curta distância e possam fazer integração com o resto do Distrito Federal”, concluiu.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade