banner

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

author photo

Com risco de desabamento, parte da Rodoviária do Plano é interditada
Novacap culpou técnicos da empresa Vivo pelo incidente, pois teriam rompido cabos de sustentação durante um serviço de instalação de antenas
A Defesa Civil interditou parte da Rodoviária do Plano Piloto na tarde desta quarta-feira (10/10). Segundo informações da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), alguns cabos de sustentação da estrutura da Plataforma B romperam-se quando técnicos da empresa de telefonia Vivo instalavam antenas no local.

A interdição ocorreu preventivamente: o procedimento é adotado sempre que há qualquer risco de desabamento. Não houve pânico nem necessidade de se evacuar o terminal, por onde passam cerca de 700 mil pessoas diariamente. Um especialista avaliará se é imprescindível fazer escoramento.

O trecho interditado fica a poucos metros de uma área isolada por tapumes, onde operários trabalham na revitalização do espaço. As obras de restauração da Rodoviária começaram em 2014. O setor bloqueado fica próximo à escada rolante e ao ponto de embarque e desembarque do BRT.
O diretor-presidente da Novacap, Júlio Menegotto, culpou a Vivo pelos transtornos e ressaltou que a empresa executava os trabalhos sem qualquer autorização. “Como trabalhamos com risco zero, optamos por interditar e calcular se vai haver necessidade de fazer escoramento. A Vivo fazia esse serviço sem comunicar ninguém e terá de arcar com os prejuízos”, destacou.

Em nota, a Vivo confirmou que executava um trabalho na plataforma, “quando houve uma intercorrência durante a atividade”. “A Vivo esclarece que já está em contato com os órgãos competentes para fornecer todas as informações necessárias e tomar as medidas cabíveis”, diz o texto.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade