banner

terça-feira, 23 de outubro de 2018

author photo
Crescimento universal 

A eleição de dois deputados distritais e um federal consolidou a curva de crescimento do Partido Republicano Brasileiro (PRB) no DF. 
Nascida em 2005 e fortemente identificada com a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), a sigla não teve representantes eleitos em 2006, mas a partir de 2010 aumentou sua rede de influência, tendo emplacado o pastor e radialista Evandro Garla na Câmara Legislativa e o segundo suplente do senador Cristovam Buarque (à época no PDT), o advogado Roberto Wagner. 
Em 2014, Júlio Cesar (PRB) foi o distrital mais votado. 
União faz a força 
Na última eleição, o apoio dos evangélicos representados pelo partido ajudou a eleger o governador Agnelo Queiroz (PT) e os senadores Rodrigo Rollemberg (PSB) e Cristovam Buarque (PPS). 
A última legislatura também foi importante em questões estratégicas, já que a aliança com a Igreja Sara Nossa Terra, que no DF conta com nomes como o ex-deputado federal Bispo Rodovalho, fez com que o distrital Rodrigo Delmasso, eleito em 2014 pelo PTN, atual Podemos, se unissem ao PRB. 
Assim, o partido comandou uma bem sucedida chapa proporcional que elegeu o próprio Delmasso e o pastor Martins Machado para a CLDF, bem como o próprio Julio Cesar para o Congresso. 
Cobrança 
A característica dos deputados do PRB foi de pertencer à base governista. 
Foi assim com Agnelo e com Rollemberg, quando tanto Julio César quanto Delmasso foram líderes do Executivo no plenário, e deverá ser assim na próxima legislatura. 
Regionalmente, o PRB já declarou apoio ao atual líder nas pesquisas, Ibaneis Rocha (MDB), enquanto nacionalmente o partido também se aliou ao primeiro colocado nas pesquisas, Jair Bolsonaro (PSL). 
Condições perfeitas 
Esse tipo de trânsito permitiu que Júlio César fosse o parlamentar com maior número de proposições apresentadas na CLDF na última legislatura. 
Segundo levantamento oficial feito pelo presidente da Casa, Joe Valle (PDT), no ano passado, das 55 proposições protocoladas pelo distrital do PRB, 39 foram moções, boa parte envolvendo o Poder Executivo. 
Ele ainda apresentou nove projetos de lei, dois decretos legislativos, dois requerimentos e dois vetos do governador, sendo o campeão de produtividade por esse quesito.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade