banner

quinta-feira, 25 de outubro de 2018

author photo

Ibaneis denuncia Rollemberg por abuso de poder político
Rollemberg é alvo de ação ajuizada por Ibaneis por suposto abuso de poder político e jornal denuncia possível compra de votos do emedebista
Candidato ao Palácio do Buriti pelo MDB, Ibaneis Rocha ajuizou, ontem, ação de investigação judicial eleitoral contra o adversário Rodrigo Rollemberg (PSB) e o ex-secretário de Cidades Marcos Dantas (PSB) por abuso de poder político. A peça relata supostos episódios de coação de servidores para promoção da campanha do socialista, exoneração de comissionados que se recusaram a declarar apoio à candidatura, uso indevido da comunicação institucional para promoção pessoal e execução simulada de programa social para fins eleitorais.
A petição entregue ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) reúne mensagens de WhatsApp, imagens, transcrições de vídeos e relatos. A equipe de campanha de Rollemberg alegou que não comentaria o caso, “pois o governador não foi citado judicialmente”. A reportagem não conseguiu contato com Dantas.
No mesmo dia da denúncia, matéria do jornal O Globo mostrou que fiéis da Igreja Sara Nossa Terra confessaram à equipe que receberam remuneração de R$ 100 para fazer campanha em favor do emedebista nas ruas — as conversas foram gravadas. Na terça-feira, membros da igreja acenavam bandeiras, distribuíam adesivos e gritavam o nome do advogado na W3 Norte.
Conforme os frequentadores do templo, a mobilização ocorre desde a última sexta-feira. Ao todo, segundo o coordenador do grupo, foram recrutadas 14 equipes de religiosos em 11 igrejas. O uso de recursos da Igreja para garantir que fiéis façam campanha constituiria crime, pois trata-se de doação, o que é proibido pela legislação eleitoral. Contatada pelo jornal, a campanha do emedebista afirmou que “todo o trabalho de militantes e fiscais no segundo turno é voluntário”.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade