banner

sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

author photo

A 25 dias da posse, governo de transição avalia número de secretarias
Próxima gestão do GDF já conta com mais pastas do que a atual, e número ainda deve crescer, uma vez que o processo de transição vai até 20 de dezembro. Vice-governador eleito garante que, apesar do aumento, gastos não vão subir
A 25 dias da posse, o governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) chega à reta final da transição, marcada para acabar em 20 de dezembro. Ontem, o coordenador do grupo, o vice-governador eleito Paco Britto, fez um balanço do trabalho realizado até agora. Dos 60 grupos formados para discutir temas, 43 concluíram o processo e entregaram relatórios finais. Ele explicou que, ao longo do período, foram feitas análise e diagnósticos dos dados para entender a situação atual. Foram traçadas ainda metas para o próximo governo.
“O prazo de transição é muito apertado, mas vamos conseguir concluir tudo até o dia 20. O GDF tem nos ajudado”, afirmou. Até agora, foram encaminhados 182 ofícios ao atual governo. O número de secretarias ainda não está definido e deve crescer nos próximos dias. Até agora, Ibaneis divulgou 25. Atualmente, a estrutura do GDF conta com 21. As novidades, em sua maioria, são setores que faziam parte de outras pastas e foram desmembrados.
Continua depois da publicidade
Everardo Gueiros comandará a Secretaria de Cidadania(foto: Renato Alves/Transição)As mudanças ocorrem em Cidadania, antes com Justiça; Relações Institucionais, que fazia parte da Casa Civil; Trabalho, que estava com Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos; Juventude, que contava com Crianças e Adolescentes; Ciência e Tecnologia, que integrava a secretaria de Desenvolvimento Econômico; e Turismo e Esporte, que ficaram em pastas independentes.
As inovações, de fato, em relação ao governo anterior ficaram por conta das secretarias do Entorno e de Relações Internacionais. As duas áreas não estavam presentes, com status de secretaria, na composição do governo Rollemberg. A ideia do novo governo é que, com a separação, as novas pastas tenham mais força e destaque nos respectivos setores. Questionado sobre o grande número de escolhidos para a gestão que vieram do governo do presidente Michel Temer (MDB) — 11 ao total —, Paco foi enfático: “Isto aqui não é uma extensão do governo Temer. Trouxemos nomes técnicos e de competência”.
Menos comissionadosUma mudança polêmica feita por Ibaneis foi a extinção da Casa Militar, responsável pela segurança do governador. O órgão foi excluído para a criação do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), que será comandado pelo deputado federal Laerte Bessa (PR). As atribuições do GSI ainda seguem em definição.
Ainda que existam, até agora, quatro secretarias a mais, o novo governo garante que não haverá aumento nos gastos. Para compensar a criação de mais pastas, a estrutura e o número de funcionários de cada uma delas será reduzido. “Se houver aumento, isso não significa mais gastos. Vamos cortar de 25% a 30% de comissionados com as mudanças de estrutura”, disse Paco Britto.
Novo nomeOntem, o governador eleito anunciou a escolha do ex-desembargador do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) Everardo Gueiros para o comando da Secretaria de Cidadania. O futuro secretário de Cidadania é um aliado antigo de Ibaneis Rocha. O jurista foi diretor da Escola Superior de Advocacia local e presidente da Caixa de Assistência dos Advogados na gestão do governador eleito na presidência da Ordem dos Advogados do Brasil no DF (OAB-DF).
Gueiros foi desembargador do TRE-DF de 2016 a maio deste ano. A nomeação foi feita pela então presidente da República Dilma Rousseff (PT). À época, a escolha foi apoiada pelo deputado federal Silvio Costa (Avante-PE), conterrâneo de Gueiros, que é natural de Recife.
A pasta comandará o Na Hora e o sistema prisional. A equipe estuda ainda que a área social seja anexada a esta secretaria. “Estamos analisando qual será a estrutura. Mas um dos nossos trabalhos será colocar o Na Hora no mundo digital”, afirmou Gueiros.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade