( 00:00:00 )

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

author photo

No lugar da Agefis, DF Legal coibirá construções irregulares no início
Georgeano Trigueiro disse fará monitoramentos diários para verificar os principais pontos em que as irregularidades podem ocorrer

Futuro presidente da DF Legal – novo nome da Agência de Fiscalização do Distrito Federal –, Georgeano Trigueiro disse em entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (19/12) que pretende coibir as construções ilegais em sua fase inicial. “Vamos fazer isso de forma planejada, com monitoramentos diários e sobrevoo, verificando os principais pontos em que as irregularidades podem ocorrer”, explicou.

Trigueiro diz que a principal preocupação do governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) é promover a legalidade. Segundo ele, as demolições de casas já consolidadas só ocorrerão em última instância. “Dessa forma, as pessoas terão tranquilidade, cuidarão das suas famílias com segurança jurídica e conseguiremos desenvolver um crescimento econômico”, afirmou.
Trigueiro também comentou sobre umas das principais reclamações de vendedores informais, que é a forma pela qual são tratados pelos agentes da Agefis. “O ambulante pode existir, mas desde que ele tenha autorização. Vamos verificar quais lugares são mais adequados para eles e sempre agiremos para que a sociedade não seja prejudicada. Nossa primeira proposta será buscar alternativas para que continuem desenvolvendo o trabalho deles”, disse.
O próximo presidente da agência também falou sobre a polêmica proposta do futuro chefe do Palácio do Buriti no primeiro turno das eleições deste ano.Ibaneis havia prometido, em agenda na Colônia Agrícola 26 de Setembro, reconstruir residências demolidas pela Agefis.
“Ha partes da cidade que estão legalizadas e outras que estão em processo de legalização. Só não podemos permitir que o DF cresça sem darmos assistência para as pessoas. Isso traz criminalidade, crescimento desordenado e o estado não consegue atender de forma eficiente.”
Sobre a mudança de nome da Agefis para DF Legal, Trigueiro disse que Ibaneis deseja proatividade. “Não é mais aguardar e esperar as coisas acontecerem. O objetivo é trazer a legalidade e que as pessoas tenham tratamento igualitário no DF”, afirmou.
Troca-trocaO governador eleito cogitou nessa terça-feira (17/12) escolher o distrital Wellington Luiz (MDB) para o comando da agência. O deputado havia sido anunciado como futuro presidente da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF), mas a indicação foi colocada em xeque após recomendação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

Georgeano Trigueiro fez parte do grupo de transição e disse que sua indicação teve a benção do distrital. “Liguei para ele [Wellington Luiz] para comunicá-lo da minha nomeação. Ele ficou muito feliz e disse que eu era a pessoa adequada para o cargo. O Wellington tem o desejo de trabalhar em outras frentes e achou que o DF Legal não seria uma delas”, comentou.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior