banner

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

author photo

Nova ministra dos Direitos Humanos: “É o momento de a igreja governar”

Em uma gravação divulgada no YouTube, Damares Alves ainda criticou o Supremo por discutir temas como a descriminalização do aborto
A futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do governo do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), expôs seus ideais no púlpito da Igreja Batista da Lagoinha, em Belo Horizonte (BH). “As instituições piraram nesta nação. Mas há uma instituição que não pirou. E esta nação só pode contar com essa instituição agora. É a igreja de Jesus”, disse. A informação é do jornal O Globo.
Damares é assessora do senador Magno Malta (PR-ES). Sua fala foi gravada em maio de 2016 e já teve mais de 160 mil exibições no YouTube. “Chegou a nossa hora”. “É o momento de a igreja ocupar a nação. É o momento de a igreja dizer à nação a que viemos. É o momento de a igreja governar”, conclamou.
Aos fiéis mineiros, Damares disse que o protagonismo da política seria um desígnio de Deus. “Se a gente não ocupar este espaço, Deus vai cobrar da gente”.
Segundo a reportagem, na mesma ocasião, a pastora também criticou o Supremo Tribunal Federal (STF) por discutir temas como a descriminalização do aborto e do porte de drogas para consumo próprio. “Onze homens que não foram nem eleitos pelo povo brasileiro vão decidir se a gente libera ou não o consumo de drogas no Brasil”, disparou.
Em outra passagem, a nova ministra disse que a escola “não é mais lugar seguro” e que as crianças só estão protegidas nas igrejas evangélicas.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade