( 00:00:00 )

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

author photo


Estreante na Câmara Legislativa, o deputado distrital Daniel Donizet decidiu mudar sua filiação política. Nesta quinta-feira (31/1), o parlamentar deixou o Partido Republicano Progressista (PRP) – pelo qual foi eleito – para ingressar no Partido Social Liberal (PSL), legenda do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Donizet segue o mesmo caminho da deputada federal eleita Bia Kicis. Ela também sai do PRP para se filiar ao PSL. A mudança será efetivada assim que a congressista tomar posse nesta sexta-feira (1º/2) na Câmara dos Deputados.
“Agradeço o espaço que o PRP me cedeu para a disputa eleitoral, mas, a partir deste momento, sigo com o PSL, mas isso não impede de nos mantermos juntos na construção de um projeto maior”, afirmou Donizet ao Metrópoles.
Racha no PSL Nas eleições de 2018, o diretório nacional do PSL se desentendeu com o presidente regional da legenda, Newton Lins. O comando local não acatou decisões majoritárias do partido e não deu abrigo à campanha do general Paulo Chagas para o Palácio do Buriti. Lins preferiu apoiar o nome de Ibaneis Rocha (MDB) e o militar da reserva acabou no PRP.

A mudança dos dois novos deputados foi costurada pela nacional do PSL. Newton Lins deve deixar o comando da sigla em março, quando a cadeira passará a ser ocupada por Bia Kicis.

O grupo defende que a troca de legenda não configurará infidelidade partidária, uma vez que os dois estão legalmente amparados pela Emenda Constitucional nº 97. O texto permite que parlamentares eleitos por partidos que não cumpriram a cláusula de barreira, como ocorreu com o PRP, troquem livremente de legenda sem a perda do mandato.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior