banner

domingo, 17 de fevereiro de 2019

author photo


No julgamento em que o Tribunal de Contas liberou a licitação da PPP do Estádio Mané Garrincha, o conselheiro Paulo Tadeu fez menção a outra concessão pública que, para ele, é altamente desvantajosa para o governo: a do Pontão do Lago Sul. O conselheiro alertou o governo para que o contrato da Arenaplex não repita “erros” do passado. “A Terracap terá que fazer os ajustes necessários para que não ocorra com essa concessão o que ocorreu com a concessão do Pontão do Lago Sul, em que todo o benefício vai para a iniciativa privada”, afirmou Paulo Tadeu. “O que o Estado arrecada é algo pífio diante da arrecadação que eles recebem lá até hoje. Não podemos fazer do Estádio um novo Pontão. Temos que ter equilíbrio no interesse público e o interesse privado”, acrescentou o conselheiro. A concessão do Pontão, válida por um período de 30 anos, foi assinada em 1997.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade