quinta-feira, 14 de março de 2019

author photo

Site de extremista brasiliense deu dicas a autores de massacre em Suzano
Página era comandada por Marcelo Mello até maio de 2018, quando policiais federais o prenderam. Mas o site continua ativo
Os autores do massacre em uma escola de Suzano (SP) receberam dicas de um extremista brasiliense. Guilherme Taucci Monteiro, 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, 25, atiradores que mataram oito pessoas e depois se suicidaram na Escola Estadual Raul Brasil, na Região Metropolitana de São Paulo, usaram o Dogolachan, maior fórum de propagação de ódio na internet brasileira, para juntar dicas e fazer planos para o ataque.
A página foi criada por Marcelo Valle Silveira Mello, condenado por racismo, coação, associação criminosa, incitação ao cometimentos de crimes, divulgação de imagens de pedofilia e terrorismo cometidos na internet. Entre outros, ele havia anunciado um atentado na Universidade de Brasília (UnB) e feito ameaças a uma professora da instituição.
O Dogolachan só é acessível na dark net, conhecido por ser um espaço para debate sobre prática de crimes, violação de direitos humanos, propagação de racismo, homofobia e misoginia. Nesta quinta-feira (13/3), após o atentado em Suzano, integrantes do fórum celebraram os assassinatos no interior de São Paulo, incitando mais ações como essa.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA