( 00:00:00 )

sexta-feira, 5 de abril de 2019

author photo


Coluna Eixo Capital/Por Ana Maria Campos

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) pediu à Vara de Execuções Penais a realização de inspeção em loco na empresa apresentada pelo ex-senador Luiz Estevão onde deverá trabalhar de dia para obter a progressão do regime para semiaberto.

Segundo o Ministério Público, o empresário entregou uma declaração que cumpriria jornada de trabalho numa empresa que não tem funcionários cadastrados nem movimentação financeira desde seu registro na Junta Comercial.

No documento constou que ele ocuparia o cargo de assistente administrativo, com horário de trabalho de 9h30 às 18h30, com duas horas de intervalo, de segunda a sexta e sábados alternados.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior