banner

quarta-feira, 1 de maio de 2019

author photo

Papelarias estão sendo credenciadas até 6 de maio. A partir de quinta-feira (2/5), pais vão poder adquirir o material nos estabelecimentos
Com o pátio lotado de pais e alunos, o Centro de Ensino Fundamental 213 de Santa Maria recebeu a visita do governador Ibaneis Rocha na manhã desta terça-feira (30/4). O chefe do Executivo esteve na escola para entregar simbolicamente os primeiros cartões material escolar. O benefício é destinado à 40.857 famílias de baixa renda cadastradas no programa Bolsa Família.

“O projeto dá dignidade para as famílias do DF no projeto educacional. Quem transformou a vida com o estudo, como eu tive oportunidade, sabe a dificuldade que é colocar o filho para estudar. Vamos melhorar e transformar a vida das pessoas pela educação”, disse Ibaneis Rocha.
O investimento total do governo com a iniciativa é de R$ 19,9 milhões para atender 64.652 estudantes, conforme o cadastro do Bolsa Família no DF do mês de janeiro. Serão repassados R$ 320 para 55.882 estudantes do ensino fundamental e R$ 240 para 8.770 matriculados no ensino médio.
Para o secretário de educação, Rafael Parente, a medida é uma forma de “dar a oportunidade de [o aluno] comprar seu próprio material escolar, de escolher, estimula inclusive no dia a dia dos estudos”.
A deputada Jaqueline Silva agradeceu o apoio do governador Ibaneis Rocha. “Valeu a pena esperar para chegar à Câmara Legislativa agora. Estou vendo as coisas acontecerem, pois os outros governos não tiveram bons olhos para o nosso povo. Agradeço ao governador e lembro que ainda temos muito o que avançar, como na merenda”, disse a parlamentar.
Benefício
A dona de casa Renata Rosa dos Santos Silva recebeu o cartão das mãos do governador. Ela foi beneficiada com R$1.040 por ter três crianças no ensino fundamental e uma no nível médio. “Vou correndo comprar as mochilas e cadernos que estão faltando”.
Maria Domingues, 51 anos, também ficou muito feliz em receber o benefício. Agora, poderá adquirir a mochila do filho Weskley, 12 anos. “Desta vez foi bom demais. Com o valor de R$ 240 vai dar para comprar a lista quase toda. Nos outros anos a gente mal comprava os cadernos”, afirmou.
Os valores deverão ser utilizados exclusivamente para a aquisição de material escolar, conforme as listas distribuídas nas instituições de ensino. Entre os itens permitidos estão mochilas, cadernos pautados e cadernos para desenho, dicionários e agendas. Ao todo, são 24 produtos para estudantes do ensino fundamental e 20 para os do ensino médio.
O material poderá ser adquirido exclusivamente nas papelarias cadastradas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Cerca de 200 estabelecimentos já foram credenciados. A lista com nome e endereço está disponível no site da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (WWW.SDE.DF.GOV.BR).
Livros didáticos em 15 diasO problema da falta de livros didáticos em 260 escolas da rede pública deve ser resolvido nos próximos 15 dias com a entrega de 77 mil livros didáticos pela Secretaria de Educação até meados do próximo mês. A distribuição vai ter início preferencialmente para as primeiras turmas do ensino fundamental.
Do total, 31 mil livros virão da reserva técnica do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Outros 46 mil estão sendo impressos pela Subsecretaria de Educação Básica (Subeb) e serão entregues nos próximos dez dias.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Publicidade