Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Área queimada no DF aumenta 37% em 2019; incêndios também sobem

Área queimada no DF aumenta 37% em 2019; incêndios também sobem Com 5.110 chamados atendidos até esta sexta-feira (23/8), 19% a mais do qu...


Área queimada no DF aumenta 37% em 2019; incêndios também sobem
Com 5.110 chamados atendidos até esta sexta-feira (23/8), 19% a mais do que o anotado nos oito primeiros meses do ano passado, o Corpo de Bombeiros combateu incêndios que consumiram o equivalente a mais de 5 mil campos de futebol na capital
Faltando sete dias para terminar agosto, historicamente o mês mais crítico da seca, a área queimada no Distrito Federal em 2019 é 37,92% maior do que a atingida nos oito primeiros meses inteiros de 2018. Até esta sexta-feira (23/8), o fogo consumiu 5.408 hectares neste ano, o equivalente a mais de 5 mil campos de futebol, enquanto, de janeiro a agosto do ano passado, ele queimou 3.921 hectares.
Os números constam no mais recente balanço do Corpo de Bombeiros, que também registrou 19,47% mais ocorrências de incêndios florestais no DF neste ano, em relação aos oito primeiros meses de 2018. De 1º de janeiro até esta sexta-feira (23/8), a corporação recebeu 5.110 chamados, 833 a mais do que de 1º de janeiro a 31 de agosto de 2018, quando houve 4.277 atuações.
Apenas nesta semana, uma parte do Parque Burle Marx, entre a Asa Norte e o Setor Noroeste, queimou três vezes. Moradora de um dos prédios mais próximo aos focos dos últimos incêndios, a musicista Cláudia Feitoza, 57 anos, sofre com os efeitos da fumaça e da fuligem. “Minhas vias aéreas estão extremamente atacadas. A fumaça é muito forte e densa, o cheiro impregna na casa, nas roupas, na garganta. Até o gosto fica na boca”, reclamou.