Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Jovem encontrada morta no Lago Paranoá pode ter sido vítima de Marinésio

Jovem encontrada morta no Lago Paranoá pode ter sido vítima de Marinésio Carolina Macedo Santos, 15 anos, era vizinha e amiga da filha de ...


Jovem encontrada morta no Lago Paranoá pode ter sido vítima de Marinésio
Carolina Macedo Santos, 15 anos, era vizinha e amiga da filha de Marinésio, assassino confesso de Letícia Curado e Genir Pereira. Investigação da morte de Carolina foi encerrada sem autoria. Agora, polícia vai reabrir o caso
A Polícia Civil vai reabrir o inquérito que apurou a morte da estudante Carolina Macedo Santos, 15 anos. De acordo com o delegado-adjunto da 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul), Éder Charneski, surgiram fortes indícios de que a adolescente tenha sido uma das vítimas de Marinésio dos Santos Olinto, 41, assassino confesso da advogada Letícia Curado, 26, e da auxiliar de cozinha Genir Pereira de Sousa, 47. Depois que o caso veio à tona, outras mulheres vítimas de violência sexual procuraram a delegacia para denunciá-lo.
O delegado contou que o padrasto de Carolina esteve na última quarta-feira (28/8) na delegacia após ver semelhança nas mortes das duas mulheres e da enteada, que foi encontrada com sinais de estrangulamento no Lago Paranoá, em 17 de maio de 2018. Marinésio é vizinho da família da adolescente e tinha o costume de dar carona para ela e a filha dele, 16, que eram amigas e estudavam na mesma escola.