( 00:00:00 )

terça-feira, 3 de setembro de 2019

author photo

Senador sentiu efeitos da síndrome vasovagal e foi amparado pelo colega médico Otto Alencar
O senador Cid Gomes (PDT-CE) passou mal enquanto apresentava relatório da PEC sobre a divisão dos recursos federais do pré-sal com estados municípios na tribuna do Senado e teve que ser atendido por dois médicos ali mesmo no plenário.
Durante a fala, o senador cearense deu indicativos de que não estava bem com suspiros fortes durante o discurso e, em seguida, se prostrar e abaixar a cabeça. Cid chegou a se sentar nos degraus da tribuna e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), solicitou atendimento médico e suspendeu a sessão.
O senador e médico Otto Alencar (PSD-BA) correu para socorrer o colega e ergueu suas pernas enquanto o médico do Senado examinava Cid Gomes.
Cerca de cinco minutos depois, o cearense se recuperou e voltou à tribuna, explicou que sofria de síndrome vasovagal e que nesses casos o procedimento é esse mesmo “levantar as pernas”. Ele prosseguiu com o relatório e, ao terminar, foi bastante aplaudido sob gritos de “cearense arretado”. (DP)

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior