( 00:00:00 )

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

author photo

Nova proposta de CPMF prevê taxação nas operações de crédito e débito
Governo quer taxar em 0,40% os saques e depósitos em dinheiro, e em 0,20% as operações de crédito e débito. Desafio será convencer o Congresso a aceitar o imposto que pretende reduzir gradativamente os tributos sobre a folha de pagamento das empresas
O secretário adjunto da Receita Federal, Marcelo de Sousa Silva, apresentou, nesta terça-feira (10/9), as alíquotas em análise pela equipe econômica do governo para o imposto sobre pagamentos, que tem sido comparado à extinta Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). Conforme afirmou, cada saque ou depósito em dinheiro será taxado com uma alíquota inicial de 0,40%. Nos pagamentos mediante operações de débito e de crédito, a cobrança será de 0,20% para cada lado da operação (pagador e recebedor).

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior