( 00:00:00 )

sexta-feira, 6 de setembro de 2019

author photo

O agricultor José Bento da Silva cultiva hortaliças na área rural Laje da Jiboia, em Samambaia. A propriedade fica em uma área com pouca cobertura de internet. O acesso precário é feito por estradas não asfaltadas.
Ele mora na região há 20 anos. Nesse tempo, já viu vizinhos serem assaltados. “Na chácara ao lado, arrombaram a casa e levaram TV, celular e computador”, conta.
Para ajudar a população do campo, a Polícia Militar desenvolveu o Programa Guardião Rural. O serviço de monitoramento, criado em maio do ano passado, ajuda a polícia a levar segurança a áreas acessadas por estrada de chão, sem sinal de celular e sem iluminação.



Nesta quinta-feira (5), o programa chegou à 104ª propriedade rural na região oeste do Distrito Federal, que engloba Samambaia, Ceilândia e Brazlândia. Segundo o comandante do 1º Batalhão de Polícia Rural, capitão Rafael Cunha, a ideia é criar uma rede de vizinhos protegidos. “É um sistema de prevenção criminal com emprego de tecnologia barata e de fácil acesso”, explica.
Os policiais visitam as chácaras e fazendas, cadastram os moradores e funcionários e fazem o levantamento dos insumos e ferramentas agrícolas. Os chacareiros são incluídos no grupo de WhatsApp do batalhão e a propriedade recebe uma placa de identificação.
“Pelo celular, o proprietário nos aciona e envia a localização”, ressalta o capitão Rafael Cunha. “O georreferenciamento é essencial para encontrar chácaras e fazendas, principalmente à noite”.



Já há 35 grupos de WhatsApp cadastrados na região. O foco é cobrir toda a área rural do DF com o sistema de segurança.
A agricultora Maria Vilma está empolgada com a adesão ao Programa Guardião Rural. “Minha chácara tem portão eletrônico e seis cachorros. Mas o acesso fácil à PM é que garante nossa segurança”, revela.
Com o Guardião Rural, os policiais ampliam a proximidade com os proprietários rurais. A comunicação mais ágil aumenta a eficiência do patrulhamento. Em média, cada equipe de policiais militares visita quatro propriedades por dia.



Serviço:
Contato: 99971-1080 e 97403-2423
Leia mais: 
http://www.pmdf.df.gov.br/index.php/institucionais/24984-programa-da-pm-de-vigilancia-rural-chega-a-mais-de-cem-propriedades-da-regiao-oeste-do-df
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior