quarta-feira, 30 de outubro de 2019

author photo
Para conselheiros, insegurança é constante(foto: Vinícius Cardoso Vieira/CB/D.A Press)

Funcionários do Conselho Tutelar da Estrutural são ameaçados
Mãe e padrasto querem a guarda da filha, uma adolescente que escolheu morar avós. Eles ameaçaram funcionários, chutaram portas e jogaram pedras no prédio
O Conselho Tutelar da Estrutural foi palco de momentos de pânico para uma adolescente de 15 anos, vigilantes e servidores. A mãe e o padrasto da garota foram ao local para uma mediação de conflito, já que a menina optou por morar com os avós. No entanto, eles tentaram levar a garota a força.
O caso aconteceu por volta das 18h30 de terça-feira (29/10), como contou a conselheira tutelar, Michelle Marçal. “Tínhamos marcado a mediação com as duas partes, mas, assim que a adolescente chegou, a mãe a puxou pelo braço e a arrastou, numa cena quase que de sequestro”, lembra. Nesse momento, se iniciou uma briga entre as famílias.
A garota conseguiu se soltar com a ajuda dos avós e correu para dentro do Conselho. “Ela estava desesperada, mas conseguimos protegê-la dentro do banheiro. A mãe e o padrasto, transtornados, saíram empurrando todas as portas do local, arrombando tudo com uma violência enorme e xingando todo mundo que tentava controlar a situação”, disse Michelle.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA