( 00:00:00 )

domingo, 6 de outubro de 2019

author photo


São protagonistas do evento novas lideranças, como Ibaneis Rocha, e vários veteranos.
Fazendo ressurgir das catacumbas da política figuras desaparecidas como os ex-deputados baianos Genebaldo Correia e Lúcio Vieira Lima, o MDB realiza sua convenção nacional neste domingo (6), em Brasília, que elegeu o deputado Baleia Rossi (SP) seu novo presidente nacional.
Genebaldo protagonizou o escândalo dos Anões do Orçamento, no início dos anos 1990, e Lúcio é réu com o irmão Geddel Vieira Lima no caso das malas de dinheiro apreendidas em um apartamento de Salvador.
O evento se realiza no centro de convenções Brasil 21, no centro da cidade, com a participação de cerca de mil filiados ao MDB, que luta para renovar suas lideranças sem perder de vista a história do partido.
O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (RJ), apesar de filiado ao DEM, também esteve na convenção do MDB e elogiou os avanços conquistados pelo País durante o governo de Michel Temer, também ex-presidente do partido.
A convenção, que começou discreta, ganhou movimentação com as chegadas do ex-presidente a República José Sarney e, depois, do governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, uma das principais esperanças de renovação do MDB.
Em seu discurso, muito aplaudido, Ibaneis criticou duramente o ex-procurador geral da República Rodrigo Janot, a quem responsabiliza por grande parte da crise institucional e econômica que o Brasil enfrenta. A referência ao ex-PGR foi motivada por sua confissão de um plano para assassinar o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF).
Ex-presidente da OAB-DF e conselheiro federal da Ordem, apesar de licenciado da advocacia, Ibaneis ingressou com representação para cassar a carteira de advogado de Janot. “Chegamos num tempo em que procurador deseja matar ministro do Supremo e outro vem de carona e esfaqueia magistrada”, disse ele, “uma aberração”.Ibaneis Rocha discursa na convenção dm MDB: muito aplaudido ao fazer críticas corajosas a Rodrigo Janot.
Ibaneis Rocha chegou a ser cotado para assumir a presidência do partido, em substituição a Romero Jucá, mas a condição de chefe do Poder Executivo no DF é impeditivo legal para a função. Apesar disso, Ibaneis auxilia nesse esforço de renovação.Henrique Meirelles foi aplaudido no evento.
O novo presidente do MDB, Baleia Rossi (SP), deputado federal de 47 anos de idade, é muito ligado ao ex-presidente Michel Temer, tanto quando o atual presidente, ex-senador Romero Jucá (RR), e milita no partido desde a juventude.
O novo presidente emedebista, que liderou a bancada do partido por quatro vezes na Câmara dos Deputados, é conhecido pela grande capacidade de articulação política e é o autor de uma das propostas de reforma tributária.Genebaldo, de cabelos brancos, também reapareceu.
Henrique Meirelles, ex-ministro da Fazenda do governo Temer e ex-candidato a presidente, também foi foi muito festejado pelos convencionais. Outros ex-ministros do governo Temer também participam da convenção do MDB, como Eliseu Padilha, que liderava a caravana do MDB gaúcho, Moreira Franco e Carlos Marun, todos muito solicitados para selfies. O ex-deputado Marcelo Barbieri fez um discurso bastante aplaudido.
O novo presidente nacional do MDB, deputado ederal Baleia Rossi, também discursou e exortou o partido a eleger o maior número de prefeitos e vereadores nas eleições municipais de 2020. Prometeu defender a unidade do partido.Baleia Rossi foi eleito presidente nacional do MDB e exortou o partido a eleger grande número de prefeitos e vereadores.
Baleia afirmou também que hoje é o dia mais importante da sua vida pública. Falou que o MDB precisa se reinventar, reconhecer seus erros, lembrando que nos últimos 50 anos o MDB se fez presente na redemocratização do Brasil com grandes projetos sociais que avançaram no Brasil. E lembrou: “Temos que viver sem governo! Não precisamos disso!” (DP)
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior