Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Publicidade

Últimas notícias

latest

“Nunca esperei prêmio de consolação de Bolsonaro

“Nunca esperei prêmio de consolação de Bolsonaro” Com o título ‘O Perigoso Jogo da Traição’, a matéria da Veja insinua que Malta tornou-se...


“Nunca esperei prêmio de consolação de Bolsonaro”
Com o título ‘O Perigoso Jogo da Traição’, a matéria da Veja insinua que Malta tornou-se opositor do Presidente da República.
O ex-senador Magno Malta usou as redes sociais para rebater uma matéria da revista Veja.
A matéria inseriu o nome de Malta como um dos políticos semelhantes a Joice Hasselmann, Delegado Waldir, Gustavo Bebianno e Wilson Witzel.
Segundo a revista, eles “ficaram pelo caminho em razão de desentendimentos internos ou por alimentar sonhos de poder conflitantes com os de Bolsonaro”.
Malta rebateu:
“Nunca esperei prêmio de consolação de Bolsonaro. Fiz pelo país, não por emprego. Tudo que lutei foi pelo meu país e não por um homem. Faria tudo novamente! Não me sinto traído por ninguém. Minha vida quem comanda é Deus”, declarou.
Ele também desmentiu que a música ‘Limite’, composta por ele, seja uma ‘indireta’ para Boslonaro.
“Não me tornei artista gospel, eu sou há 42 anos. Essa música a qual a matéria mentirosa se refere eu gravei há quatro anos. Não me compare com Bolsodoria!”.