sábado, 23 de novembro de 2019

author photo

Expectativa é que outras decisões suspeitas, como a taxação de energia solar, sejam investigadas.
A operação da Polícia Federal contra a venda de decisões na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) pode se ampliar a outras resoluções suspeitas e até às demais agência reguladoras, sempre em benefício de empresas e em prejuízo da população. A expectativa é que outras decisões suspeitas, como a mudança regras para geração de energia solar, por exemplo, favoreçam a investigação de todo setor. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.
Empresas do setor elétrico, tanto quanto empresas de outros setores, também regulados, são sempre favorecidas por decisões das agências.
É comum ex-diretor de agências reguladoras criar “consultorias” para ganhar muito dinheiro com empresas beneficiadas por suas resoluções.
Lobistas só precisam “convencer” 5 diretores de agência reguladora para obter resoluções com força de lei. Poder demais em poucas mãos.
Agências regulam empresas com interesses e faturamentos bilionários, de energia à aviação civil, passando por plano de saúde, telefonia etc.

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA