segunda-feira, 4 de novembro de 2019

author photo

Consumidor: quais os direitos se a final da Libertadores sair do Chile?
Especialistas em direito do consumidor explicam como fica a situação de quem tem passagem, ingresso e hospedagem para a partida decisiva entre Flamengo e River Plate, marcada para 23 de novembro, caso a Conmebol precise adiar o jogo por causa dos protestos em Santiago
iante do receio de um possível cancelamento da partida final da Copa Libertadores da América, marcada para o próximo dia 23, em Santiago, por conta dos protestos sociais no Chile, muitos torcedores têm se perguntado quais são os direitos do consumidor em casos como esse. Oficialmente, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) trabalha pela realização normal do jogo entre Flamengo e Libertadores na capital chilena, mas a convocação de novos protestos para a data da partida, reacenderam o sinal de alerta na entidade.
No último sábado (2/11), o treinador do River Plate, Marcello Gallardo, externou a preocupação com a realização do jogo. "Isso me inquieta, pergunto aos meus dirigentes sobre a situação, que é muito preocupante, não só para nós, mas também para o povo chileno, que está em uma situação muito complicada. Esperamos que o problema possa se resolver pelo bem de sua gente, a partida passa a um segundo plano, mesmo sendo uma final da Libertadores. Esperemos que possa se resolver, se não, que se tenha uma maior precisão de onde vamos ir", afirmou.
your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA