quinta-feira, 21 de novembro de 2019

author photo

Um motorista de ônibus chorava como uma criança no chão, inconsolável, completamente em choque. O Cabo André, do Copom (Centro de Operações da Polícia Militar), estava por perto (durante a DEJEM - Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar) e o abraçou, na esperança de dar algum alento.
A tragédia aconteceu na última segunda-feira (18), em um final de tarde, no Centro de Bauru, quando uma motocicleta teria feito uma manobra imprudente, provocando a queda da mulher que estava na garupa. Ela caiu para o lado em que o ônibus estava — infelizmente, o acidente foi fatal. Todos os procedimentos para o atendimento da ocorrência foram feitos.
O condutor do ônibus era hipertenso e viu toda a cena quando desceu do veículo. Ele desmoronou em prantos. O policial militar se sensibilizou com a situação e, para evitar outro problema, se dispôs a contribuir com o que tinha para acalmá-lo, abraçando-o com todo o coração.
O Cabo André recebeu diversas mensagens de apoio pela sensibilidade demonstrada em um momento tão difícil e doloroso.
#POLICIAMILITARSP

your advertise here
Próximo Próximo
Anterior Anterior

Tempo Agora

ESTRUTURAL - DF TEMPO AGORA