Page Nav

HIDE

Grid

GRID_STYLE

Pages

Classic Header

{fbt_classic_header}

Últimas notícias

latest

Por 18 votos a 5, distritais aprovam reeleição para Mesa Diretora

Por 18 votos a 5, distritais aprovam reeleição para Mesa Diretora Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Distrito Federal (Pelo) permite a r...


Por 18 votos a 5, distritais aprovam reeleição para Mesa Diretora
Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Distrito Federal (Pelo) permite a recondução em um mesmo mandato.
Os deputados distritais aprovaram, nesta terça-feira (26/11/2019), a proposta de emenda à Lei Orgânica do Distrito Federal (Pelo) que permite a reeleição da Mesa Diretora da Câmara Legislativa (CLDF) em um mesmo mandato. Foram 18 votos favoráveis, cinco contrários e uma abstenção.
Conforme antecipado pelo Metrópoles, a votação em segundo turno permite a aplicação da lei já no próximo ano. A primeira etapa foi aprovada ainda na legislatura passada, durante o comando da ex-deputada distrital Celina Leão (Progressistas).
A única abstenção foi a do atual presidente da Casa, Rafael Prudente (MDB). “Decidi me abster para não haver dúvidas sobre estar legislando em causa própria, apesar de não ter sido o único autor da matéria”, declarou.
O número de votos mínimos para a aprovação do Pelo são 16 votos. O resultado impressionou porque até prováveis candidatos ao posto de chefe do Legislativo, como Claudio Abrantes (PDT), Agaciel Maia (PL) e Rodrigo Delmasso (Republicanos), foram favoráveis à proposta.
“Esse não é um projeto para mim. Não estamos antecipando o debate eleitoral da Câmara, até porque tem muita coisa para fazer até o ano que vem. Eu conversei de um a um, alguns deputados preferiram consultar seus partidos e grupos políticos, o que fez com que a matéria acabasse aprovada com um bom número de votos.”DEPUTADO DISTRITAL RAFAEL PRUDENTE, PRESIDENTE DA CLDF
Apenas a oposição se colocou contra a aprovação. Chico Vigilante e Arlete Sapaio (ambos do PT), Fábio Felix (PSol), Júlia Lucy (Novo) e Reginaldo Veras (PDT) foram contrários à proposta, que permitirá aos presidentes da Câmara Legislativa prolongarem seus mandatos.
ManifestaçõesChico Vigilante chegou a pedir que os colegas não aprovassem o texto. “Eu disse que isso não deu certo em lugar nenhum. Não é contra o Rafael Prudente, mas contra o processo.” Para Arlete, a aprovação criará um curral eleitoral na Câmara Legislativa. Segundo ela, dessa forma, os futuros presidentes garantirão suas reeleições.
Leia mais no Metropoles